Em plena Serra de São Miguel, mesmo junto à vila de Sousel, existe uma das mais castiças praças de touros de Portugal, a Praça de Touros Pedro Louceiro, que por tradição na segunda-feira de Páscoa recebe uma corrida de touros, integrada na romaria em Honra de Nossa senhora do Carmo.

Uma tradicional corrida, que nos últimos anos tem vindo a perder público, pois comparando com um passado recente nota-se nitidamente a diferença, até os exageros alcoólicos já não são o que eram… Este ano o espetáculo contou apenas com meia casa.

No que à corrida diz respeito anunciavam-se os cavaleiros Marco José, Paulo Jorge Santos e o praticante Parreirita Cigano, bem como os Forcados Amadores de Montemor e Caldas da Rainha. Os Touros foram pertença da ganadaria Silva Herculano.

Pode parecer que sou repetitivo, mas o que é certo é que uma vez mais a história é pouca para recordar em tempos vindouros, e digo pouca para não dizer nenhuma.

Marco José realizou duas lides regulares e em crescendo, mas sem nunca romper para o triunfo, destacando-se mais na segunda atuação nomeadamente quando sacou o cavalo “Girassol”. Paulo Jorge Santos também andou regular, cravando a ferragem da ordem sem grandes destaques em ambas as lides. Já Parreirita Cigano, mostrou que ainda terá que trabalhar mais até chegar á alternativa, pois realizou duas lides com altos e baixos, mas deixou bem patente que é um jovem cavaleiro com ganas de alcançar o triunfo.

No que diz respeito à rapaziada da jaqueta de ramagens, foi mais uma corrida em que os problemas que ocorreram deveram-se à falta de ajudas no momento certo, pois os touros poucos problemas colocaram. Pelos Amadores de Montemor pegaram Vasco Ponce, ao primeiro intento, António Calça e Pina, à segunda e João Vacas de Carvalho, à primeira tentativa. Pelos das Caldas, foram caras André Martins, à terceira, Sebastião Manuel à primeira e José Maria Abreu, também à primeira.

O espetáculo foi dirigido por Marco Gomes assessorado pelo médico-veterinário João Santana.

Go to top