Vila Boim, 14 de outubro, nono festival taurino de beneficência, este ano com casa praticamente cheia e ambiente quente em todas as vertentes.

Um festival misto com o cavaleiro Francisco Cortes a abrir a tarde com uma boa lide um bonito e bravo novilho de Santiago, uma lide em crescendo que enterteu o "respeitável" foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado José Maria Caeiro dos forcados amadores de Évora que se fechou à segunda tentativa.

Francisco Palha esteve por cima do seu oponente que pertencia à ganadaria de Passanha, uma lide positiva baseada em cites de praça à praça entrando pelo toiro, cravando-lhe ferros de boa nota. Foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado João Gomes do Aposento da Moita que pegou à primeira tentativa.

 El Cartujano lidou um "jabonero" com pouca força da ganadaria de Calejo Pires, pouco pode mostrar com o capote com o novilho a não corresponder, uma faena onde os melhores momentos foram com a muleta em duas séries de derechazos, foi premiado com volta que deu acompanhado do Duo de Flamenco que abrilhantou a lide.

O Francês Juan Leal lidou um nobre novilho da ganadaria Mato-Demo que recebeu por verónicas, bom tercio de bandarilhas partilhado com Manuel Dias Gomes, iniciou a faena de muleta com a mão esquerda, grande series de derechazos em terrenos de cercania numa faena mandona, terminada com um "arrimón" e circulares invertidos com desplante. Foi premiado com aplaudida volta.

Joaquim Brito Paes, lidou um novilho de Canas Vigouroux, uma actuação com bons momentos e com algumas falhas próprias da sua condição de cavaleiro amador, a terceira pega da tarde foi executada à segunda tentativa por intermédio de Rui Bento com ajudas repartidas do grupo do Aposento da Moita.

Manuel Dias Gomes lidou um bravo e nobre novilho de Calejo Pires que recebeu por verónicas, não perdoou o quite Carlos Dominguez por "chicuelinas" replicou Dias Gomes com o mesmo lance.

A segunda série de derechazos rematados com um passe de peito fez soar os primeiros olés da tarde, dosantina e desplante, boa série de naturais e termina por bernardinas uma grande faena. Deu aplaudida volta.

Fechou a tarde Carlos Dominguez aluno da Escola Taurina de Badajoz que lidou um novilho da ganadaria de Branco Núncio, recebendo-o com uma "larga" de joelhos luzindo com o capote, brindou a sua faena ao Médico dos toureiros Dr Carlos Franco mas não passou de alguns passes soltos demonstrando que ainda se encontra bastante verde e pouco no confiado. Ainda assim foi premiado com volta.

Go to top