“A corrida é um conjunto de emoções e, portanto, se estamos adormecidos não tem interesse” diz António Veiga Teixeira ao Toureio.pt (c/som)

Como já noticiámos, a Praça de Touros de Salvaterra de Magos recebeu no passado dia 13 de Maio um concurso de ganadarias em que foram lidados touros de Conde de La Maza, Canas Vigouroux, Miura, Veiga Teixeira e António Silva. Os troféus Bravura e Apresentação foram entregues ao touro da ganadaria de Veiga Teixeira.

No final do espectáculo o Toureio.pt falou com o ganadeiro António Veiga Teixeira, vencedor deste concurso, que falou do seu touro afirmando que “achei que era um touro bravo, um touro que transmitia e chegava ao público. Um touro que pedia contas, que foi bem toureado e acho que isto é o touro que pode dar emoção à festa e pode ajudar a trazer público.”

O ganadeiro acrescentou ainda que “a corrida é um conjunto de emoções e, portanto, se estamos adormecidos não tem interesse, vamos pôr as coisas assim. É preciso depois, também, toureiros como o António Ribeiro Telles, que lidou este touro, que se entendam com os animais que pedem contas e que não facilitam a vida ao toureiro.”

Questionado sobre alguns dos toureiros não gostarem de ter pela frente este tipo de touro, o ganadeiro afirmou que “eu se pudesse escolher entre uma coisa fácil e uma difícil, não ia escolher uma coisa difícil. Nós com os animais mornos não. Quando bebemos uma coisa ou é fria ou é quente.”

 

Go to top