Milhares de pessoas acompanharam hoje ao final da manhã desta sexta-feira, as cerimónias fúnebres do malogrado Pedro Primo. Foi uma massa humana pintada de branco que não coube na Igreja Matriz de Cuba e seu adro, durante a missa de corpo de presente e que depois formou um extenso cortejo fúnebre que atravessou a vila em direção à sua ultima morada.

Amigos, familiares e gente anónima reuniu-se numa última homenagem ao Homem, ao Forcado e ao Adepto Benfiquista. Significativa a presença dos Grupos de Forcados, com muitos elementos da esmagadora maioria deles, alguns apoderados de toureiros, alguns ganaderos, alguns empresários e outros agentes do meio taurino, também fizeram questão de estar presentes.

Também os apoiantes do SL Benfica, que costumava seguir, no Topo Sul do Estádio da Luz renderam homenagem significativa, com fumos e pequena coreografia que marcaram o início e final do cortejo fúnebre.

Desceu à terra ao som do Cante Alentejano, com a interpretação da "moda" que é Hino do Grupo de Forcados Amadores de Cuba.

Que em paz descanse!

Go to top