“Acabámos 2018 com um número mais ou menos igual de corridas”, afima Paulo Pessoa de Carvalho

Realiza-se este domingo, em Évora, a última corrida da temporada tauromáquica portuguesa, e começam a efectuar-se balanços.

Neste sentido em declarações à Agencia Lusa, o Presidente da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos (APET), Paulo Pessoa de Carvalho, afirma que “acabámos 2018 com um número mais ou menos igual de corridas (cerca de 200) do que no ano passado e isso significa que entrámos numa estabilidade, apesar da atividade económica ainda estar com algum abrandamento”.

Pessoa refere também que “este ano, notou-se uma maior adesão de público e isso para nós é significativo. Em 2017, andámos na casa das 900 mil pessoas e este ano há indicadores de que se verificou um aumento de espetadores”.

O presidente da APET nas declarações prestadas fala ainda do campo bravo português afirmando que este ano, “praticamente todos” os touros com quatro anos existentes nas ganadarias portuguesas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*