Alcochete: Roubada estátua de Helder Antoño!

Parece impossível…roubaram a estátua de Helder Antoño! Forcado Amador de Alcochete falecido na arena Alcochetana em 27 Março de 1988, na cara do toiro “Farrusco” da ganadaria de D.ª Mariana Passanha. 

Durante a madrugada, desconhecidos, arrancaram a estrutura onde estava fixa a estátua e levaram o conjunto, ao que supomos, para fundir. Pelos contornos conhecidos, terá sido levado a cabo por organização de elevado apuro técnico, dados os meios, necessáriamente envolvidos, por forma a não deixar rasto visível, as dimensões, peso da estrutura completa e aparato de meios para a concretização da “operação”.

Foi feita participação às autoridades competentes e aguarda-se o desenrolar do processo.

Recordamos que a estátua de Hélder Antoño foi mandada edificar, na tarde de 28 de Março de 1993,  pelos seus amigos do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete e com o contributo de entidades particulares e anónimas, bem como do próprio Grupo. É um ex-libris local, consta de diversos documentos de promoção da imagem de Alcochete, visitada por muitos turistas que aportam a vila ribeirinha.

É sobretudo local de veneração ao Forcado Amador e ao Homem Hélder Antoño, não só por parte de toda a família dos Amadores de Alcochete, mas dos aficionados em geral (sobretudo dos mais ligados ao Forcado) e da população de Alcochete.

Foi feita participação às autoridades competentes e aguarda-se o desenrolar do processo.

Deixamos uma transcrição da página pessoal de um elemento, de créditos firmados, do G. F. A. Alcochete, que traduz o que vai na alma de todos nós e a dimensão do significado do Monumento roubado: “Ainda não acredito de tal maldade e cobardia.. descansa que vai ser tudo resolvido com ou sem justiça, e nem assim deixarás de ser um ídolo,um exemplo de amigo,de familiar, de forcadão, de garra, de entrega,de honestidade,um exemplo de TUDO. O caminho certo de como deve ser um forcado dos Amadores de Alcochete e de um ser humano, até um dia craque!!”

Foto: D.R.

Para ver

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*