Associação Internacional de Tauromaquia emite comunicado sobre a ligação entre a tauromaquia e a independência da Catalunha

A questão da independência da Catalunha chegou à tauromaquia espanhola. A Asociación Internacional de Tauromaquia emitiu um comunicado sobre a ligação entre estas duas questões, que à partida poderiam não estar ligadas.

“A Tauromáquia, devido às suas raízes espanholas, tem sido um dos objetivos favoritos da “independência catalã”, tendo sido banido do território catalão há mais de cinco anos, condenando milhares de fãs a restrições ilegais e absurdas sobre suas liberdades e direitos” começa por referir o comunicado de imprensa.

“Com a lei como arma, a Tauromaquia defendeu-se perante os tribunais ao afirmar sua legitimidade, e em 20 de outubro de 2016, o Tribunal Constitucional espanhol restaurou sua validade em todo o território catalão, derrotando o zelo liberticida de alguns, persistindo na sua intransigência”, acrescenta.

A Junta Directiva revela ainda que “hoje, quando o ataque da “independência catalã” é dirigido contra a unidade da Espanha, contra sua Constituição, suas leis e contra o povo catalão, fãs de touradas em todos os países taurinos, amantes da liberdade e da democracia, exortamos as autoridades públicas a agir contra este golpe com toda a força da lei, aplicando os direitos e garantias constitucionais, que permitem ao povo espanhol sua convivência em paz e liberdade”, deixando ainda como pedido que “a unidade e a sabedoria devem reinar no solo catalão, bem como os direitos e liberdades de seu povo, permitindo, entre outras coisas, a recuperação de seus autênticos valores históricos e culturais”.

Remata o comunicado informando que “como fãs de touradas, com a experiência que nos dá foram vítimas da violação do nosso direito de ir às praças de touros na Comunidade Autónoma, apoiamos o Estado espanhol em suas decisões para a defesa da unidade da Espanha e O povo catalão no resgate da paz, a sua coexistência e a liberdade perdidas”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*