Azambuja: Prémio para melhor pega ficou para o grupo da casa

Foto: Rute Nunes e Carlos Pedroso

A Praça de Touros Dr. Ortigão Costa, na Azambuja, recebeu, este domingo, uma corrida de touros.

Em praça, Rui Salvador, Andrés Romero e Luís Rouxinol Jr. Actuaram os Forcados Amadores de Tomar, Azambuja e Cascais.

Lidou-se um curro de touros da ganadaria São Martinho.

Rui Salvador abriu praça frente ao mais pesado touro da corrida (480 Kg). O touro teve sempre uma postura de distração e não se fixando. O cavaleiro tomarense após dois curtos regulares, elevou a qualidade da actuação, mesmo perante a matéria firma que tinha por diante, destacando-se em dois curtos de boa nota.

Andrés Romero levou a cabo uma lide de qualidade superior. O rejoneador esteve bem na brega, ferros de qualidade elevada na cravagem (destaque para o primeiro curto) e terminou com o desplante de colocar o cavalo em andamento vertical.

Luís Rouxinol Jr., numa temporada triunfal, conseguiu uma actuação de nível irregular, alternando momentos de boa brega e cravagens correctas, com outras não tão boas qualitativamente. Ainda assim, deixou algumas das qualidades que lhe são reconhecidas, nesta actuação.

Rui Salvador teve uma segunda lide encurtada devidos a motivos de saúde. O cavaleiro tomarense começou bem nos compridos e elevou a fasquia nos curtos, mas ao terceiro curto não aguentou a dores de uma ciática que o afectou nos últimos dias e teve mesmo de abruptamente terminar a lide.

Andrés Romero teve uma segunda actuação de menor qualidade, quando comparada com a primeira. Alguns toques na montada e nem sempre um bom entendimento do oponente, não permitiu que a lide atingisse o triunfo. Pela positiva, destaca-se um curto de boa nota.

Luís Rouxinol Jr. terminou a tarde com a melhor actuação da corrida. Recebeu o touro com uma extraordinária sorte gaiola, mantendo o nível nos dois compridos seguintes. Nos curtos a actuação balizou-se por cima e acrescentou a isso uma boa brega. A melhor lide da tarde, indiscutivelmente.

Pelos Amadores de Tomar foram à cara Fábio Sousa (1ª tentativa, numa excelente execução) e Francisco Maltez (1ª tentativa).

Pelos Amadores da Azambuja foram à cara Telmo Carvalho (1ª tentativa) e João Gonçalo (3ª tentativa). Na primeira pega do grupo da Azambuja, despediu-se o cabo André Letra, passando o testemunho a Nuno Matos.

Pelos Amadores de Cascais foram à cara João Galamba (1ª tentativa) e Ventura Doroteia (1ª tentativa).

Em disputa estava o troféu para a melhor pega. O júri foi constituído pelos cabos dos três grupos em praça. O vencedor foi João Gonçalo, do grupo da Azambuja.