Bastinhas destacou-se na Palha Blanco

A Praça de Touros Palha Blanco recebeu, hoje, a segunda corrida da sua feira taurina e que teve como principal motivo de interesse a apresentação, em Vila Franca de Xira, da ganadaria Prieto de la Cal.

Em praça estiveram os cavaleiros Manuel Telles Bastos, Marcos Bastinhas e Luís Rouxinol Jr. e os Forcados Amadores do Ribatejo, Chamusca e Beja.

Manuel Telles Bastos iniciou as lides com uma actuação regular, perante um touro com boa apresentação, na qual se destaca dois ferros de qualidade embora haja também a realçar outros momentos menos bons como um forte toque na montada.

Marcos Bastinhas teve um início de lide absolutamente extraordinário. Recebeu o touro à porta gaiola e durante largos momentos dobrou-se bem com o oponente, conseguindo os aplausos do exigente público a Palha Blanco. Dois ferros compridos de boa qualidade. Seguiu-se um curto de excelente nota e depois o touro veio e menos e a lide também.

Luís Rouxinol Jr. tentou iniciar a actuação com uma sorte gaiola e após não cravar o ferro, dobrou-se bem com o oponente. Desenhou uma actuação baseada na boa brega e destacou-se num curto de boa nota, mesmo perante um touro manso e que cedo procurou tábuas.

Manuel Telles Bastos teve uma segunda actuação pouco conseguida. Perante um touro manso e que exigia conhecimento ao cavaleiro, destacam-se várias passagens em falso e uma má escolha de terrenos, no sentido em que insistiu em cravar várias vezes nos mesmos terrenos mesmo não resultando. Uma tarde inglória para Manuel Telles Bastos que foi bastante aplaudido pelo público.

Marcos Bastinhas brindou a sua segunda lide a António Ribeiro Telles, fazendo soar enorme ovação. A lide foi de altos e baixos. Uma actuação na qual o cavaleiro apostou tudo e colocou toda a carne no assador. Nem sempre com o melhor resultado possível, mas a terminar com dois curtos de excelente nota. Pela negativa os demasiados ‘capotazos’ dos bandarilheiros que foram assobiados pelo público. Realçar que Marcos esteve em modo lidador, sendo dos três cavaleiros o que melhor esteve nesse campo, respeitando o público e a praça vilafranquense.

Luís Rouxinol teve a última actuação da noite a seu cargo e esteve em plano positivo e a em crescendo. Perante um touro que tinha as suas dificuldades, Rouxinol Jr. conseguiu ir impondo a sua concepção artística e agradar ao público. Dois ferros de boa nota, com o palmito que fechou a sua actuação a destacar-se.

A tarde foi positiva para os forcados. Os três grupos em praça mostraram competência e efectivaram todas as pegas à primeira tentativa.

Pelos Amadores do Ribatejo foram à cara Pedro Espinheira (1ª tentativa, numa excelente execução) e Rafael Costa (primeira tentativa)

Pelos Amadores da Chamusca foram à cara Miguel Santos (1ª tentativa) e Bernardo Borges (1ª tentativa).

Pelos Amadores de Beja foram à cara Manuel Vicente (primeira tentativa) e Francisco Patanita (primeira tentativa).

Os touros da ganadaria Prieto de la Cal de apresentação irrepreensível, pecaram por comportamento dissemelhante.

A Praça de Touros Palha Blanco registou uma boa moldura humana, dentro das normas impostas pela DGS.

Corrida dirigida por Ricardo Dias, assessorado por Carlos Santos.