Campo Pequeno: António Telles destacou-se, numa noite onde a assistência voltou a ficar aquém do esperado

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu, esta quinta-feira (10 de setembro), uma corrida de touros mista.

Foi mais um espetáculo onde o público voltou a primar pela sua ausência, voltando a principal praça do país a não esgotar, num tempo que me até a lotação está obrigatoriamente reduzida.

Anunciavam-se os cavaleiros António Telles e Francisco Palha, bem como o Matador de Touros António João Ferreira. As pegas estiveram a cargo dos Amadores do A.B.V. de Alcochete e de Alter do Chão. Os touros pertenceram à ganadaria Vinhas.

Começo por falar dos touros, que estavam pesados, bem apresentados e na generalidade cumpriram com destaque para o quarto da noite.

António Telles voltou a estar em alto nível no Campo Pequeno, mostrando que continua no topo da tabela. O primeiro touro que enfrentou pediu contas e António fê-las bem feitas. Foi uma lide em que se viram bom ferros, em sortes bem desenhadas, e deixados de alto a baixo. No segundo touro António voltou a estar em grande plano, pois aproveitou o touro que tinha pela frente, andou a gosto e deixou ferros de grande nível.

Francisco Palha esteve toureiro no seu primeiro touro. Um oponente sério, mas que Francisco deu a volta e realizou uma lide em que fez as coisas bem, com bons ferros como mandam as regras. A segunda lide, iniciou-a com uma sorte gaiola e aí deu o mote para uma boa lide, diante de um touro mais reservado. Ainda assim houve bons momentos nesta lide de Palha.

O matador de touros António João Ferreira mostrou ter qualidade para pisar outras arenas, pena é a falta de oportunidades. Esteve bem na primeira faena e fez soar os olés. Esteve bem no capote para elevar o nível na flanela, houve bons momentos. Já na segunda, esteve mais distante do seu oponente e a faena não deslumbrou.

No que diz respeito às pegas, foram os touros a mandar…

Pelos Amadores do ABV de Alcochete foram caras Diogo Amaro, que após a primeira tentativa foi dobrado pelo seu irmão Bruno Amaro e depois João Amândio, à primeira tentativa.

Pelos Amadores de Alter do Chão pegara, Filipe Ribeiro, à quarta tentativa e João Galhofas, que apos três tentativas foi dobrado por João Moreno.

O espetáculo foi dirigido por João Cantinho, assessorado pelo Médico-Veterinário Jorge Moreira da Silva.