Campo Pequeno: Casa esgotada a encerrar a temporada lisboeta

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu, esta quinta-feira, uma Corrida de Gala à Antiga Portuguesa.

 Um cartel de seis cavaleiros : Antonio Ribeiro Telles, Rui Fernandes, João Moura Caetano, Ana Rita, Luís Rouxinol Jr,  e António Prates. Seis toiros da ganadaria de António Raul Brito Paes. Pegas a cargo dos Forcados Amadores de Montemor e Aposento da Chamusca.

António Prates que confirmava a alternativa, abriu a noite com uma lide de menos a mais, a um toiro que também ele teve um comportamento em crescendo,  permitindo ao jovem Cavaleiro terminar em grande plano com dois bons ferros curtos, último com ligeira batida ao piton contrário, e ambos rematados por ajustadas piruetas que agradaram bastante ao respeitável que esta noite esgotou a lotação da praça de toiros do Campo Pequeno. António Calça e Pina dos Forcados Amadores de Montemor executou a primeira pega da noite ao primeiro intento. Volta para ambos. 

António Ribeiro Telles lidou com maestria o segundo toiro da noite, que cumpriu e permitiu ao Maestro da Torrinha expressar o seu toureio clássico. De referir que no início da corrida a seguir às cortesias António Telles recebeu o galardão prestígio outurgado pela Empresa do Campo Pequeno, também cumpria neste dia a sua corrida número cem na praça de toiros do Campo Pequeno. Francisco Montoya dos Forcados do Aposento da Chamusca pegou o segundo toiro da noite à primeira tentativa. Volta para cavaleiro e forcado.

Rui Fernandes cravou o primeiro comprido em sorte de gaiola, a um toiro que saiu com imensa pata. Uma lide com grandes ferros, os primeiros citando de largo para depois nos últimos dois encurtar terrenos e citar de forma vistosa mais em curto. Fortes aplausos, foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado João da Câmara do grupo de Montemor que executou uma enorme pega ao primeiro intento recebendo cá atrás e aguentando a franca e brusca investida do toiro.

O quarto da noite foi o mais pesado da corrida com seiscentos e quarenta e dois quilos. Lidado com maestria por João Moura Caetano, que com temple cravou ferros de excelente nota. João Saraiva pelo Aposento da Chamusca fechou-se em rija pega ao primeiro intento. Ambos foram premiados com volta. Tendo o forcado sido chamado à segunda volta, acabado por agradecer nos médios. 

Ana Rita teve nesta corrida uma das suas raras aparições em arenas Portuguesas. Mostrou bem nesta corrida o "traquejo" que tem ganho nas muitas corridas que faz todos os anos em praças espanholas. Uma lide alegre que chegou às bancadas, bom ferros rematados de forma vistosa, terminando com uma rosa. Foi premiada com aplaudida volta. Francisco Borges dos Forcados de Montemor apenas executou à terceira tentativa depois de duas rigissimas tentativas. 

Luís Rouxinol Jr terminou da melhor forma com a lide do último toiro da última corrida da temporada Lisboeta. Uma actuação triunfal do jovem Cavaleiro de Pegões, lidou em vários terrenos e cravou ferros de boa nota rematados de forma superior. Foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado João Saraiva do Aposento da Chamusca.

A corrida de Brito Paes, foi importante! Tanto para o espetáculo visto ao vivo, como certamente para quem viu através da televisão. Viram-se touros a arrancaram de largo e de qualquer terreno e principalmente a transmitirem. Todos a permitirem boas actuiações e valendo a volta ao ganadero no terceiro touro. 

Corrida bem dirigida pelo Exmo Sr Diretor Tiago Tavares coadjuvado pelo Médico Veterinário Jorge Moreira da Silva. 

Também no início da corrida foi prestada homenagem relativamente às corridas organizadas em Jacarta na Indonésia, onde o empresário Manuel dos Santos levou as corridas de toiros,  cinco corridas seguidas num estádio com Lotação de naus de cem mil pessoas. Presentes na homenagem os Forcados Simão Comenda e António Secio assim como o Cavaleiro José Maldonado Cortes que participaram nessa digressão de divulgação da cultura Tauromaquica Portuguesa.