Campo Pequeno: Noite de figuras, faltou o touro….

João Moura abriu a noite com uma lide onde a sua maestria e as investidas nobres e cadentes do imponente toiro de Francisco Romão Tenorio foram a simbiose perfeita para uma conseguida e aplaudida lide que foi premiada com volta. João Serra dos Forcados Amadores De Tomar foi dobrado depois de uma tentativa pelo forcado Luís Campino que se fechou sem problemas ao primeiro intento.

O rejoneador Pablo Hermoso de Mendonza esteve por cima do seu primeiro que pouco transmitiu; ainda assim o público que praticamente enchia as bancadas do Campo Pequeno tributou-lhe fortes aplausos sendo o rejoneador de Navarra premiado com volta que deu acompanhado do Forcado Francisco Montoya dos Forcados do Aposento da Chamusca que executou uma grande pega à primeira tentativa.

João Moura Jr brindou a sua lide a seu Pai e a Pablo Hermoso de Mendonza, uma actuação onde o jovem Cavaleiro de Monforte deu todas as vantagens ao seu oponente para assim dar a emoção que faltava ao toiro; bregou com valentia, a aguentar até à última as investidas do toiro e cravando no sitio; a lide que mais mexeu com as bancadas e a mais aplaudida da primeira parte; foi premiado com volta assim como Ricardo Almeida dos Forcados Amadores de Portalegre que executou correta pega ao primeiro intento. 

Da segunda lide de João Moura há a realçar o primeiro curto com pronunciada batida ao piton contrário; uma lide irregular e demasiado prolongada para as fracas condições que o toiro apresentava e que decorreu sem música; depois dos protestos de alguns sectores do público inexplicavelmente o director  de corrida atribuiu volta a cavaleiro e forcado; volta esta que foi dada debaixo dos protestos de outro sector do público;  João Oliveira dos Forcados de Tomar pegou o quarto da noite à quinta tentativa. 

Pablo Hermoso de Mendonza teve pela frente no quinto da noite mais um astado de Romão Tenorio que nada transmitiu; uma lide pautada por ferros de boa nota rematados com piruetas e hermosinas; foi aplaudido e deu volta. Francisco Andrade do Aposento da Chamusca fechou-se com valentia à segunda tentativa.

João Moura Jr triunfou no último da noite; mais uma vez conseguiu estar por cima do seu oponente e com inteligência dar-lhe uma lide que até melhorou o comportamento do astado;  bregou com emoção,  citou de praça à praça a entrar pelo toiro e a cravar no sitio;  público em pé e triunfo para Moura Jr. António Cary dos Forcados Amadores de Portalegre fechou o capítulo das pegas à segunda tentativa. 

O curro de toiros de Francisco Romão Tenorio estava bem apresentado mas isento de bravura, privando assim a corrida da emoção que torna a festa brava um espectáculo único e especial. Numa noite em que as bancadas da primeira praça do país se encontravam praticamente cheias.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*