Sábado, Agosto 13, 2022
Publicidade
InícioCrónicasCampo Pequeno: Pouco para contar numa noite em que a historia se...

Campo Pequeno: Pouco para contar numa noite em que a historia se resumiu à falta de emoção

Rui Fernandes abriu a noite perante um toiro que pouca emoção transmitiu; uma lide onde Rui Fernandes teve que lhe pisar os terrenos e citar em curto para conseguir cravar a ferragem da ordem;  o astado desinteressava-se no momento de rematar as sortes fugindo à “pelea” foi premiado com volta; Pedro Viegas dos Forcados Amadores de Alcochete apenas se conseguiu fechar à quarta tentativa com ajudas carregadas. 

Grande lide de João Moura Caetano numa noite que fica para a história com a estreia da sua ganadaria (Irmãos Moura Caetano) depois de dois compridos de  boa nota, nos curtos sempre com o “Temperamento” cravou ferros de grande nota com batidas ao piton contrário e rematados com emoção;  encontrou toiro em todos os sítios e lidou em todos os terrenos; foi premiado com aplaudida volta acompanhado do forcado George Martins dos Forcados Amadores de Turlock que executou uma grande pega à primeira tentativa tendo sido chamado aos médios para mais aplausos depois da volta. 

De Espanha veio o rejoneador Leonardo Hernandez aguardado com expectativa depois dos triunfos em Espanha;  uma atuação que não começou da melhor forma com o primeiro ferro comprido a ficar cravado na barriga do toiro; uma atuação com altos e baixos, penalizada com a exigência do diretor Tiago Tavares que nunca atribuiu música a Leonardo, nem permitiu um último ferro com o público todo a pedir; esta exigência vincou a diferença de critério de outras lides. No entanto, tanto Leonardo como o forcado Diogo Timóteo dos forcados de Alcochete que pegou à segunda tentativa foram premiados com volta que depois de terem agradecido nos médios optaram por não dar.

Rui Fernandes teve pela frente no seu segundo mais uma vez um toiro que pouco transmitiu, com uma vontade enorme em agradar conseguiu ainda assim uma atuação bastante positiva que for rematada com um par de bandarilhas; foi premiado com volta; assim como o forcado Steven Camboia dos Amadores de Turlock que executou uma pega sem problemas à primeira tentativa, sendo este depois da volta chamado a agradecer aos médios. 

João Moura Caetano brindou a sua segunda lide aos cabos dos dois grupos de forcados em praça. Cravou três compridos com o segundo a atingir grande nota citando de praça a praça; aguentando a investida e cravando no sítio com emoção; Nos curtos não conseguiu redondear a lide apesar  de ter cravado ferros de boa nota consentiu também demasiados toques na montada; deu volta acompanhado do forcado Nuno Santana dos amadores de Alcochete que pegou sem problemas à primeira tentativa.

No último da noite pudemos ver tourear o rejoneador Leonardo Hernandez; uma lide que chegou forte às bancadas onde Leonardo fez de tudo para alcançar o triunfo;  mais uma vez  a exigência do diretor a fazer-se sentir na hora de conceder música; foi premiado com volta.

David Sanchez dos amadores de Turlock brindou a sua pega a Simão Comenda e fechou-se com valentia à segunda depois de uma rija primeira tentativa.

Um cartel bem rematado que apenas registou menos de meia casa. Um espetáculo anunciado como a estreia da ganadaria dos irmãos Moura Caetano com os toiros a ostentarem ainda o ferro da ganadaria D Maria Guiomar Cortes de Moura e que ficou marcado pela falta de emoção e bravura dos mesmos .

Publicidade
Publicidade

Últimas