Campo Pequeno quase cheio, num bom festival e onde a voz dos aficionados soou alto

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu, este sábado (29 de Fevereiro), o Dia da Tauromaquia, sendo que este culminou com um festival taurino em que actuaram António Ribeiro Telles, Ana Baptista, Francisco Palha e Luís Rouxinol Jr, a cavalo, e os matadores Nuno Casquinha e João Silva “El Juanito, para as lides apeadas. Lidaram-se quatro toiros de David Ribeiro Telles para a lide a cavalo e dois de Calejo Pires para as lides apeadas. As Pegas a cargo dos Forcados Amadores de Santarém e de Lisboa.

Dia de Festa e praça praticamente cheia, um dia cheio de actividades onde se respirou aficion com destaque para uma enorme presença de juventude.

António Ribeiro Telles abriu a tarde com uma porta gaiola a um toiro com pouca impetuosidade na saída, foi a mais e permitiu ao Maestro da Torrinha uma agradável lide com o penúltimo ferro a ser o de melhor nota, Salvador Ribeiro dos Forcados Amadores de Santarém executou a primeira pega da tarde ao segundo intento. Foram ambos premiados com volta.

Ana Baptista que cumpre este ano, vinte anos de alternativa teve uma lide que veio a menos na parte final, o terceiro ferro curto foi o de melhor nota e aquele que foi mais aplaudido pelo público, António Galamba dos Forcados Amadores de Lisboa apenas se fechou à quarta tentativa. Volta para Ana Baptista.

Nuno Casquinha recebeu o novilho de Calejo Pires por verónicas levando-o toureado até aos médios, não perduou quite “El Juanito” com duas ajustadas chicuelinas e  tafalleras,  três bons pares de bandarilhas de Casquinha, uma faena desenvolvida essencialmente pelo piton direito, com o público a aplaudir com entusiasmo, uma dosantina antes de rematar a faena por naturais com desplante, público em pé, foi premiado com aplaudida volta, dando depois segunda volta a pedido do público, acompanhado do representante da ganadaria pois também o novilho foi premiado com volta, com alguma  benevolência do Sr Director de corrida.

João Silva “El Juanito” recebeu à porta gaiola o seu novilho com uma larga afarolada de joelhos, para depois seguir por verónicas, brindou a sua faena ao público e mostrou os frutos da sua grande preparação de Inverno com vista à sua confirmação em Madrid, uma faena por ambos os pitons, grande actuação de El Juanito a um exigente novilho de Calejo Pires, termina com um passe cambiado e uma ajustada série de manoletinas, pecou o Diretor de Corrida  por ter dado música tardiamente ao jovem toureiro Alentejano. Foi premiado com aplaudida volta.

“Gatos na barriga” trazia o novilho de Francisco Palha que lhe cravou o primeiro comprido em sorte de gaiola,  grande triunfo do jovem Cavaleiro, três grandes ferros curtos como mandam as regras, e terceiro de nota elevadíssima ao estribo e de alto a baixo, terminou em triunfo com o público a pedir mais. António Queiroz e Melo dos Forcados Amadores de Santarém executou correta pega ao primeiro intento. Volta para cavaleiro, forcado e ganadeiro.

Luís Rouxinol Jr fechou a corrida cravando também o primeiro comprido em sorte de gaiola, brindou a sua lide ao público, com um emocionante brinde aos microfones da praça, pedindo para “que o público não deixe de ir a este grande espectáculo que é a festa brava”. Uma boa actuação de Rouxinol Jr, que baseou a sua lide com cites de largo e ferros de boa nota rematando com um de palmo. Tiago Silva dos Forcados Amadores de Lisboa executou a última pega da noite à primeira tentativa. Volta para cavaleiro e forcado.

Grande tarde, de toiros onde a festa brava foi enaltecida, terminou com todos os artistas na arena, demonstrando a união vivida actualemente na Tauromaquia, tendo estes mostrado uma lona onde se podia ler “Esta é a nossa casa”, deixando assim uma mensagem aos novos gestores do Campo Pequeno. Após o Hino Nacional o público foi convidado a descer e conviver com os artistas.

Corrida Dirigida por Fábio Costa.