Campo Pequeno: Rui Bento Vasques diz que “valeu a 200%” correr riscos na montagem da corrida a pé e deixa aviso “à navegação” (c/som)

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu, esta sexta-feira, uma corrida de touros a pé.

Uma corrida que era um assumido risco para a empresa gestora da principal praça do país.

Em declarações ao Toureio.pt, Rui Bento Vasques, Diretor das Actividades Tauromáquicas do Campo Pequeno, começou por dizer que “foi um risco grande e assumido, a todas as consequências. E as consequências, à parte da perspectiva empresarial, são que estamos a viver uma grande noite de touros, um ‘corridão’ de touros importante”, acrescentando que “obviamente que o ganadeiro terá a sua apreciação, mas enquanto aficionado e profissional tenho realmente de o felicitar. É uma corrida de uma apresentação espectacular e de um comportamento, para os toureiros, muito importante. Com matizes, com muitas teclas, mas uma corrida importante. Portanto, felicitar o ganadeiro pela apresentação e comportamento dos touros, sendo que falta o último, e felicitar os três toureiros. Acho que o que se viveu e está a viver, esta noite no Campo Pequeno, com três toureiros que toureiam pouco, sobretudo os dois mais antigos, e o Juanito ter a atuação que teve já no primeiro touro, é de uma importância que de facto só quem tem sensibilidade e entende a dificuldade que é ser toureiro, estar sem tourear, e tourear com a firmeza e autenticidade de cada um e como cada um toureou, para mim enquanto aficionado e matador de touros sou um homem muito realizado e feliz pelo risco de ter montado esta corrida”.

Rui Bento deixa um aviso “à navegação, estão aqui três toureiros muito importantes a quem não se lhes dá oportunidades e que se calhar merecem mais o que outros que toureiam muito mais. E esse é o chamamento que eu faço da importância de que hoje tivesse vindo mais público, agradeço aos que vieram e agradeço sobretudo à comunicação, sobretudo aquela que apoiou esta corrida de forma afincada e não poderei agradecer tanto aqueles que apoiaram menos…”

Sobre a entrada de público nesta corrida, o Diretor do Campo Pequeno afirma que “desejava mais público, acreditava na corrida de touros e acreditava muito nos três toureiros. Conheço-os bem, as suas trajectórias, e sabia que iam estar aqui, que iam dar a cara e que não deixariam escapar a oportunidade, que a empresa do Campo Pequeno lhes proporcionou. Obviamente que queria e desejava que viesse mais público e sinto aqui a falta de alguns profissionais e também de alguns abonados, que têm o seu lugar comprado e não vieram, e penso que sobretudo perderam uma grande noite de touros, e uma actuação dos três toureiros perante uma corrida muito importante.”

Questionado se valeu a pena correr todos os riscos, Rui Bento foi peremptório e disse que “valeu com 200%.”

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*