Segunda-feira, Agosto 15, 2022
Publicidade
InícioCrónicasCasa cheia em Vila Boim em tarde quente....

Casa cheia em Vila Boim em tarde quente….

Vila Boim, 14 de outubro, nono festival taurino de beneficência, este ano com casa praticamente cheia e ambiente quente em todas as vertentes.

Um festival misto com o cavaleiro Francisco Cortes a abrir a tarde com uma boa lide um bonito e bravo novilho de Santiago, uma lide em crescendo que enterteu o “respeitável” foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado José Maria Caeiro dos forcados amadores de Évora que se fechou à segunda tentativa.

Francisco Palha esteve por cima do seu oponente que pertencia à ganadaria de Passanha, uma lide positiva baseada em cites de praça à praça entrando pelo toiro, cravando-lhe ferros de boa nota. Foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado João Gomes do Aposento da Moita que pegou à primeira tentativa.

 El Cartujano lidou um “jabonero” com pouca força da ganadaria de Calejo Pires, pouco pode mostrar com o capote com o novilho a não corresponder, uma faena onde os melhores momentos foram com a muleta em duas séries de derechazos, foi premiado com volta que deu acompanhado do Duo de Flamenco que abrilhantou a lide.

O Francês Juan Leal lidou um nobre novilho da ganadaria Mato-Demo que recebeu por verónicas, bom tercio de bandarilhas partilhado com Manuel Dias Gomes, iniciou a faena de muleta com a mão esquerda, grande series de derechazos em terrenos de cercania numa faena mandona, terminada com um “arrimón” e circulares invertidos com desplante. Foi premiado com aplaudida volta.

Joaquim Brito Paes, lidou um novilho de Canas Vigouroux, uma actuação com bons momentos e com algumas falhas próprias da sua condição de cavaleiro amador, a terceira pega da tarde foi executada à segunda tentativa por intermédio de Rui Bento com ajudas repartidas do grupo do Aposento da Moita.

Manuel Dias Gomes lidou um bravo e nobre novilho de Calejo Pires que recebeu por verónicas, não perdoou o quite Carlos Dominguez por “chicuelinas” replicou Dias Gomes com o mesmo lance.

A segunda série de derechazos rematados com um passe de peito fez soar os primeiros olés da tarde, dosantina e desplante, boa série de naturais e termina por bernardinas uma grande faena. Deu aplaudida volta.

Fechou a tarde Carlos Dominguez aluno da Escola Taurina de Badajoz que lidou um novilho da ganadaria de Branco Núncio, recebendo-o com uma “larga” de joelhos luzindo com o capote, brindou a sua faena ao Médico dos toureiros Dr Carlos Franco mas não passou de alguns passes soltos demonstrando que ainda se encontra bastante verde e pouco no confiado. Ainda assim foi premiado com volta.

Publicidade
Publicidade

Últimas