Segunda-feira, Agosto 15, 2022
Publicidade
InícioNotíciasConcurso de adjudicação da Praça da Moita termina dia 31. Conheça algumas...

Concurso de adjudicação da Praça da Moita termina dia 31. Conheça algumas das exigências da Sociedade Moitese de Tauromaquia

Termina no próximo dia 31 de outubro, às 18 horas, o prazo para entrega de propostas para a exploração da Praça de Touros Daniel do Nascimento, na Moita do Ribatejo, esta que nas últimas temporadas foi gerida pela empresa Aplaudir.

Serão alguns os candidatos à gestão de uma da mais importante praça de touros do país, no entanto serão também algumas as obrigações que o novo gestor irá ter. Relativamente ao tempo de vigência do contrato de exploração, a Sociedade Moitense de Tauromaquia (SMT) dá a possibilidade de quatro hipóteses, concessão apenas por um ano, por dois anos, por dois anos com opção de prorrogação automática por mais um ano ou então concessão por três anos.

O novo gestor da Praça da Moita é obrigado a realizar as datas tradicionais das Feiras de Maio e Setembro. Em maio terá que organizar espetáculos com a Escola de Toureio e Tauromaquia da Moita, bem como uma corrida de touros. Já na Feira de Setembro, o novo empresário terá de promover “pelo menos uma corrida mista, onde o número de Matadores de toiros não seja nunca inferior ao dos Cavaleiros”, sendo que “seria do agrado da SMT a realização de uma corrida de toiros só com matadores”, sendo que no caderno de encargos a SMT ainda diz ser do seu “agrado a contratação de uma ou mais figuras do toureio espanholas, que viriam a acrescer qualidade ao espetáculo”.

No caderno de encargos a SMT “sugere” ainda ao novo empresário a realização de um espetáculo para a Escola de Toureio da Moita, “não o fazendo obriga-se a ceder graciosamente uma data”.

No que respeita a publicidade nas instalações da praça, onde o empresário poderia ir buscar algum financiamento, a SMT limita apenas a publicidade da barreira e da arena para o empresário, a restante reverte a favor da SMT.

A Sociedade Moitense de Tauromaquia obriga ainda o empresário ceder 4 passes de trincheira, 60 bilhetes para a corrida de terça-feira da Feira de Setembro e 92 bilhetes para cada espetáculo que se realize durante a vigência do contrato.

Publicidade
Publicidade

Últimas