Deputado admite ser ilegal invadir uma praça de touros mas não condena a acção

Foto: CM

Foto: CM

André Silva, Deputado do PAN, Partido Animais e Natureza, revelou em declarações ao Diário de Noticias, que “Ser ilegal invadir uma praça de touros não nos leva a condenar a acção". Ou seja, o partido apoia uma ilegalidade quando na prática luta para impedir um espectáculo que é legalmente permitido.

"Que fique muito claro que o PAN não apoia, estimula nem organiza eventos desta natureza. Mas também não os condenamos. O facto de se tratar de uma ação ilegal não nos leva a condená-la. Porque se tratou de uma acção pacífica, não violenta. E que permitiu comprovar, o que é o foco da questão, que o sector tauromáquico é extremamente violento. E para além da violência extrema que o caracteriza vemos também nas imagens que foram divulgadas a cobardia na forma como lidam com pessoas indefesas”, começou por revelar em declarações ao mesmo órgão de comunicação social.

Num esclarecimento sobre a invasão que decorreu na corrida de 9 de Agosto, em Albufeira, que posteriormente tornou-se noticia devido a agressões por parte de aficionados, disse ainda que “"a violência foi a das pessoas ligadas ao sector tauromáquico que cobardemente agrediram pessoas manietadas, que estavam a manifestar-se como é seu direito. Se alguém incumpriu com algum direito foram essas pessoas que nos estão a acusar de atentarmos contra um direito cultural."

As declarações na integra em https://www.dn.pt/pais/interior/deputado-do-pan-ser-ilegal-invadir-uma-praca-de-touros-nao-nos-leva-a-condenar-a-acao-9771705.html

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*