Terça-feira, Maio 28, 2024
Publicidade
InícioCrónicasEm tarde de chuva a primeira orelha foi para Juanito...

Em tarde de chuva a primeira orelha foi para Juanito…

A novilhada com picadores deu o ‘pontapé de saída’ na feira taurina de Olivença 2018. Um curro da ganadaria de “El Freixo”, propriedade de El Juli, meteu à prova seis jovens novilheiros, numa tarde imprópria para o toureio, onde a chuva quando se fez sentir, ainda foi o problema menor, perante o vendaval que dominou  todo o espectáculo.

Maria del Mar Santos, novilheira da terra, que à muito ansiava por uma oportunidade na sua praça, não teve a sorte do seu lado. Um novilho que pedia contas, destapou a verdura da toureira, vindo inclusivamente a ser colhida de forma feia e com algumas consequências na hora de entrar a matar, foi silenciada.

O Português João Silva “El Juanito” foi um dos que mais destacou, apresentou um toureio repousado, arriscou, arrimou-se e ganhou a aposta; cortou uma orelha de peso que colheu unanimidade.

O novilheiro sevilhano Alfonso Cadaval tardou a entender-se com o novilho, uma faena com pouca história que foi premiada com ovação.

Toñete mostrou maneiras e teve em Olivença uma das boas faenas da sua curta carreira, deixou vontade de se voltar a ver, cortou uma orelha depois de aviso.

Também Marcos mostrou grande vontade de triunfar e fazer as coisas bem feitas, conseguiu nota positiva e cortou uma orelha.

Alejandro Adame debutava com picadores esta tarde, o mais novo dos três irmãos toureiros mexicanos vinha com ganas; foi por todas a “revienta calderas” e apanhou susto com o novilho a ficar-lhe em cima; andou desenvolto com a muleta numa faena que ficou por romper, escutou ovação depois de um aviso.

Dois terços de entrada numa tarde em que o principal protagonista foi o vento; e só por isso, todos os que pisaram a arena Oliventina foram triunfadores.

Publicidade
Publicidade

Últimas