Espanha: Concurso de exploração da Praça de Vitória volta a ficar sem concorrentes

O Ayuntamiento de Vitória (Espanha) não recebeu, até agora, nenhuma proposta de empresas taurinas e pode ficar sem touros em 2018, segundo revela o Cultoro. O prazo de apresentação de candidaturas terminou às 13:00 e, embora seja possível que ainda cheguem por correio, há possibilidade real de não haver corridas em Vitória durante 2018.

Foi no último dia 18 de dezembro, quando Vitória deu uma segunda oportunidade e o Conselho Municipal convocou um novo concurso público para a exploração da sua praça de touros, depois, de, por inoperância do setor taurino abandonou a primeira oportunidade em novembro de 2016 e saiu vago esse concurso. O prazo para a apresentação das propostas foi fixado para o dia 2 de janeiro de 2018.

O Diário Oficial do Território Histórico de Álava (BOTHA) publicou o caderno de encargos no qual foram estabelecidos 3.000 € de valor mínimo. O preço é o mesmo que no ano passado, quando o concurso ficou sem concorrentes. Também estipulava que o contrato era prorrogável por uma temporada.

Além disso, nesta ocasião, não houve limitações quanto aos licitantes, já que o texto de 2016 exigia que os empresários tivessem experiência em primeiro e segundo níveis. O documento exigia a organização de três corridas de touros, que poderiam ser uma de rejoneio, bem como a organização de corridas matinais populares nos dias 25 de julho e 5 a 9 de agosto.

A empresa também assumia a obrigação de colocar terra na arena, instalar enfermagem e contratar a banda.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*