Forcados de Turlock vencem concurso de pegas no Campo Pequeno

Em noite de concurso de pegas com seis grupos de forcados a disputar o prémio, veio de longe o vencedor: Jorge Martins dos Forcados amadores de Turlock (USA) que ganhou o prémio em disputa. Pelos amadores do Ribatejo André Martins à primeira. Pelos de São Manços pegou o cabo João Fortunato também à primeira. À segunda pegou Francisco Borges dos amadores da Chamusca. Dinis Pacheco pegou à primeira pelos amadores de Monforte. E a última pega da noite foi para António Machado dos Académicos de Elvas que apenas concretizou à quarta depois de três duras tentativas.

Bom jogo do curro de toiros da ganadaria do Eng Luís Rocha que primou também em apresentação.

Luis Rouxinol abriu a corrida do emigrante com uma lide sempre em crescendo brindada ao público; grandes momentos com o cavalo palomino bregando; cravando e rematando as sortes com grande vistosidade; o terceiro curto foi o de maior nota; rematou com um ferro de palmo e o tradicional par de bandarilhas; foi premiado com volta.

Sónia Matias não teve a sorte do seu lado nesta passagem pelo Campo Pequeno;  uma lide sem história que não foi premiada com volta.

Gilberto Filipe aproveitou da melhor maneira as francas investidas do seu toiro; que foi nobre e voluntarioso. Ferros de grande nota pisando terrenos de compromisso;  uma actuação que chegou forte às bancadas; e que deixou bem patente a grande forma em que este Cavaleiro está. Foi premiado com volta.

Francisco Palha teve uma lide de mais a menos. Começou com um susto contra as tábuas, e depois de forma intermitente nunca conseguiu remontar uma faena que teve demasiadas falhas; não escutou música nem lhe foi atribuída volta.

Miguel Moura brilhou numa noite em que o seu toureio veio sempre a mais; ferros com batidas ao piton contrário; numa lide terminada com um grande ferro citando de praça à praça entrando pelo toiro e cravando de alto a baixo no sitio; o público gostou aplaudiu de pé e pediu mais cravando o jovem cavaleiro de Monforte mais dois ferros de palmo com que rematou uma boa actuação. Foi premiado com volta.

O cavaleiro praticante Parreirita Cigano mostrou um nível muito acima da sua condição de praticante; uma lide de verdade com valor e emoção, que evidenciou não andar no toureio por capricho; triunfou e deixou o público com ganas de o voltar a ver. Foi premiado com volta.

Pedro Reinhard dirigiu com máximo acerto e com a exigência que impõe a primeira praça do país.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*