Forcados do Ramo Grande vencem prémio em noite de homenagem aos Açores

O Campo Pequeno, recebeu esta quinta-feira( 11 de Julho), a corrida de homenagem à Região Autónoma dos Açores, cartel de seis cavaleiros : Ana Baptista, Filipe Gonçalves, o Açoreano Tiago Pamplona que confirmava alternativa, Manuel Telles Bastos, Miguel Moura e Salgueiro da Costa, um curro de toiros da ganadaria de Jorge de Carvalho na comemoração do cinquentenário da sua fundação. Concurso de pegas disputado entre três grupos de forcados : Forcados da Tertúlia Tauromaquica Terceirense, Forcados Amadores do Ramo Grande e Forcados Amadores de Beja.

Foi uma Triunfal confirmação de alternativa de Tiago Pamplona, uma lide correta e isenta de falhas brindada a Marcos Bastinhas, para um Cavaleiro pouco placeado, actuação fortemente aplaudida pelo público que preenchia três quartos das bancadas da praça Lisboeta, com enorme presença de público Açoreano. Foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado Francisco Matos da Tertúlia Tauromaquica Terceirense que executou a primeira pega da noite à primeira tentativa.

 

Ana Baptista passou alguma atribulação na cravagem da ferragem comprida, um bravo toiro com francas investidas que foi premiado com volta e que permitiu à Cavaleira de Salvaterra uma lide regular com destaque para o último ferro cravado a pedido do público. Foi premiada com volta que deu acompanhada da Ganadeira e do forcado César Pires dos Amadores do Ramo Grande que executou uma grande pega ao primeiro intento.

 

Filipe Gonçalves cravou o primeiro comprido em sorte de gaiola, os dois primeiros curtos com batida ao piton contrário foram de boa nota, termina com dois pares de bandarilhas uma actuação bem positiva que foi premiada com volta. Mauro Lança dos forcados Amadores de Beja executou correta pega ao primeiro intento. 

 

Três ferros compridos de boa nota cravou Manuel Telles Bastos ao quarto toiro da corrida, uma lide dentro do classicismo que o caracteriza à qual faltou um pouco de transmissão, mas mesmo assim o público pediu mais dois ferros ao jovem Cavaleiro da Torrinha, o primeiro a entrar pelo toiro e o segundo de nota mais elevada, foi premiado com volta. Luís Sousa dos forcados da Tertúlia Tauromaquica Terceirense fechou-se com galhardia à primeira tentativa. 

 

O quinto da noite foi mais um bravo toiro do Eng Jorge de Carvalho, ao qual Miguel Moura imprimiu uma lide de garra e valor iniciando logo com um grande ferro comprido em sorte de gaiola, nos curtos optou por cites alegres e de largo, cravando no sítio e rematando de forma vistosa na cara do oponente, termina com um bom ferro de palmo. Foi premiado com volta. 

Manuel Pires cabo dos forcados do Ramo Grande executou uma grande pega ao primeiro intento, foi premiado com volta com petição de segunda tendo agradecido nos médios, resultando também esta pega na vencedora do prémio em disputa. 

 

Salgueiro da Costa teve no último da noite uma lide com altos e baixos, ressentido-se inclusivamente da lesão que ainda lhe afecta a perna tendo vindo agradecer ainda sustentado por muletas, ainda assim teve nota positiva e foi premiado com volta. 

Guilherme Santos dos Amadores de Beja fechou a noite com correta pega à primeira tentativa. 

Bem apresentado e bravo o curro do Eng Jorge de Carvalho, apenas com nota mais baixa o lidado em segundo e ultimo lugar. 

 

Todas as lides foram abrilhantadas por música primorosamente executada pela Filarmónica Açoreana das Doze Ribeiras da Ilha Terceira. 

Para ver

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*