Ganadarias de gado Bravo continuarão a receber apoios comunitários

O parlamento europeu travou um alteração ao orçamento de 2015 que propunha proibir o financiamento através da politica agrária comum (PAC) ás ganadarias de criação de reses bravas.

Tal alteração, introduzida pelos Verdes Europeus, recebeu mais votos a favor do que contra (323 contra 309) mas não chegou á maioria qualificada necessária para ser incorporada ao orçamento do próximo ano.

Esta proposta mostra bem a evidência que a ganadaria brava  poderá vir a sofrer em tempos próximos, com investidas não mais que políticas e que podem ser altamente prejudiciais a uma cultura centenária, que é a tauromaquia, mais propriamente ao seu elemento principal que é o toiro bravo, único animal a viver em plena liberdade nos dias que correm.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*