IGAC revela que cerca de 400 mil pessoas assistiram a espectáculos tauromáquicos. Veja o relatório completo

A Inspeção-geral das Actividades Culturais (IGAC), divulgou esta semana as estatísticas relativas à temporada tauromáquica 2018.

Estatísticas relativas aos espetáculos tauromáquicos realizados em praças de touros e devidamente licenciados pela IGAC.

De acordo com os dados agora divulgados, realizaram-se na temporada passada 173 espetáculos, sendo “Albufeira e Lisboa permaneceram os 2 concelhos com o maior número de espetáculos realizados, seguindo-se Vila Franca de Xira e Évora em 3º e 4º lugares, respetivamente.”

Os espetáculos realizados registaram 379.000 espectadores, registando-se assim um aumento relativamente ao ano anterior.

No que diz respeito às actuações dos toureiros, segundo este relatório, foi Luis Rouxinol o cavaleiro de alternativa que mais toureou, António Prates, o cavaleiro praticante que liderou o escalafon e Marco Santos, foi o amador que mais actuou.

Já no toureio a pé, Manuel Dias Gomes e Nuno Casquinha foram os matadores que mais vezes actuaram em Portugal continental. Os novilheiros Diogo Peseiro e Rui Jardim, lideram as classificações de novilheiros e novilheiros praticantes.

André Rocha, foi o bandarilheiro que mais actuou em Portugal, sendo para a IGAC o Grupo de Forcados Amadores de Évora o que mais vezes pisou as arenas lusas.

Fique de seguida com os dados completos disponibilizados pela IGAC:

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*