Nazaré: Uma noite fria que aqueceu com um triunfo ganadeiro

A Praça de Touros da Nazaré recebeu este sábado, 11 de Agosto, mais uma corrida de touros da sua temporada. Em praça estiveram os cavaleiros Tito Semedo e João Moura Caetano, o rejoneador André Romero, os Forcados Amadores de Turlock, Cascais e Portalegre e os reis da festa, entenda-se touros, eram pertença da ganadaria Paulo Caetano. Registou-se meia casa, em termos de lotação.

De temperaturas previsíveis para esta altura do ano, Nazaré tem na praia, na sua forte componente católica e na Tauromaquia, além da gastronomia, alguns dos seus maiores tesouros.

Uma miscelânea entre a tradição e a multiculturalidade. Até por isso, assistir a uma corrida nesta praça é diferente. Público eclético é daí a aposta em cartéis eclécticos.

A noite deste sábado foi de triunfo, especialmente ganadeiroe quando assim é, geralmente o triunfo dos artistas aparece e foi isso que aconteceu.

Os touros de Paulo Caetano deram bom jogo no geral, destacando-se o quinto touro, que foi premiado com volta à arena e regresso ao campo.

Tito Semedo esteve em plano elevado esta noite, com duas boas lides, ambas iniciadas com sorte gaiola. Na sua primeira andou a gosto, mexeu com o touro, preparou as sortes e ao piton contrário deixou bons ferros, terminando a lide com um ferro cravado sem cabeçada no cavalo. A sua segunda lide também foi em plano elevado pois o cavaleiro aproveitou as boas condições do astado para deixar bons ferros e fazendo soar fortes ovações do público entusiasta da Nazaré.

João Moura Caetano teve a sorte de lhe tocar o melhor lote desta corrida, se na primeira teve pela frente um touro que se arrancava de largo e que permitiu ao cavaleiro de Monforte realizar uma lide de qualidade, com bons ferros em sortes cingidas, a sua segunda lide foi sem dúvida de alto nível, pois o touro que teve pela frente era bravo, arrancava-se de qualquer terreno do inicio ao fim da lide, Caetano aproveitou-o da melhor forma com uma lide onde imperou o temple e onde se viram bons ferros.

Andrés Romero também surpreendeu, pois esteve uns níveis acima de outras atuações que já o vimos, pois na Nazaré teve pela frente dois bons touros e que permitiram ao rejoneador espanhol recriar-se e realizar também ele duas boas lides, destaque para a última em que juntou alguns adornos que fizeram levantar o público dos seus lugares.

Nas pegas a noite também foi de êxito. Pelos Amadores de Turlock pegaram George Martins Júnior, à primeira e Steven Camboia, à segunda tentativa. Pelos Amadores de Cascais foram para à cara Rui Grilo, à primeira, e Carlos Dias à segunda tentativa. Já pelos Amadores de Portalegre foram caras João Martins, à primeira, e André Neves à terceira.

O espetáculo foi dirigido por Loureço Luzio, assessorado pelo médico-veterinário José Lourenço.

De salientar que no final todos os intervenientes deram volta à arena e os três toureiros foram sacados em ombros, algo que na minha opinião não se justificava pois não ocorreu algo fora do normal para a saída em ombros, e ao contrário de Espanha, em Portugal não há um critério específico, ou talvez haja…

Go to top