José Garrido e Luís David pela porta grande Olivença

Primeira corrida de abono da Feira Taurina de Olivença 2019. José Garrido, Luís David Adame e António Catalan "Tonete" perante toiros de El Tajo e la Reina, propriedade do matador de toiros José Miguel Arroyo "Josélito".

O primeiro da tarde para José Garrido foi um toiro nobre mas escasso de forças que ainda assim aguentou uma faena larga mas isenta de emoção, sem brilho com o capote, inicia uma faena brindada ao respeitável com uma boa série de derechazos, foi com a mão esquerda que se fez escutar o primeiro pasodoble da Feira, termina por "dosantinas" e "bernardinas" falha ao entrar a matar e escutou palmas.

Depois dos primeiros lances "capoteros" dados pelo Mexicano Luís David Adame, fugia à "pela" o bem apresentado segundo da tarde, ainda luziu num bom quite por "gaoneras". 

Brindou também ao público o mexicano. De joelhos no chão deu início à faena de muleta, um toiro com mais força e recorrido que foi bem aproveitado por Luís David que o lidou por ambos os pitons, remata com uma série de "arrucinas", mata de sorte natural "sin puntilla" corta a primeira orelha da tarde.

António Catalan apresentou-se em Olivença "montera en mano", recebeu o seu primeiro por vistosas verónicas, havendo lugar também para um bom quite por "gaoneras", não quis ficar atrás dos seus companheiros de cartel e brindou também a faena ao público. 

Mais um toiro nobre de El Tajo que fez disfrutar toureiro e público, cortou uma orelha que foi recolhida pelo seu bandarilheiro, pois Tonete foi agarrado enquanto entrava a matar e saindo em braços para a enfermaria depois de o toiro tombar. 

Chicuelinas nos médios rematadas com um larga, foi assim que José Garrido recebeu o segundo do seu lote. 

Uma faena larga, intensa e variada do toureiro de Badajoz a um grande toiro de El Tajo que se chamava "Visitador" cortou duas orelhas de peso. 

O quinto da tarde foi lidado por Luís David que depois de o receber por "chicuelinas" teve vistoso e aplaudido quite por "zapopinas".

Inicia a faena de muleta nos médios "sin moverse" com vários passes cambiados, grande faena do Mexicano por ambos os pitons que cortou duas orelhas ao toiro Atlético que foi premiado com volta.

Com Tonete na enfermaria com uma possível cornada interna, coube a José Garrido a lide do último toiro da tarde. Recebido por verónicas, mostrou disposição Garrido na forma como iniciou a faena de muleta: de joelhos nos médios para uma boa série de derechazos, vem depois a faena a menos  sem toiro, abrevia e falha na hora de entrar a matar. 

 

Bom curro de toiros da ganadaria El Tajo e la Reina, tanto em apresentação como em comportamento, numa tarde em que a bonita praça de Olivença registou três quartos fortes de entrada. 

 

chamusca_30maio19
chamusca_1junho19
Go to top