Temporada lisboeta abriu com destaque tourista

Corrida de inauguração de temporada no Campo Pequeno, "Um cartel de triunfadores" : Antonio Ribeiro Telles, Rui Fernandes e Duarte Pinto perante um curro de toiros do Dr António Silva pegando os Forcados Amadores de Montemor e Vila Franca de Xira.

António Ribeiro Telles abriu a noite com uma lide brindada ao público que esta noite apenas preencheu mais de meia casa das bancadas da arena Lisboeta, contornar a tradição da quinta não resultou... Voltando à lide de Telles foi um pouco "medida" com um toiro que veio a menos, a música a chegar apenas no quarto curto, foi premiado com volta que deu acompanhado do forcado Francisco  Bissaya Barreto dos forcados amadores de Montemor que executou a primeira pega da noite à primeira tentativa. 

Rui Fernandes recebeu o seu primeiro sem a ajuda dos bandarilheiros levando-o toureado na garupa, uma lide fundamentalmente baseada em ferros a quiebro ou com batida ao piton contrário , uma lide correta e esforçada à qual faltou toiro. Vasco Pereira dos forcados amadores de Vila Franca de Xira executou a segunda pega da noite sem problemas ao primeiro intento. Ambos foram premiados com volta.

O terceiro toiro da noite foi aplaudido de saída, lidado por Duarte Pinto numa lide em crescendo com o Cavaleiro a entender o toiro mais na parte final entrando por ele e carregando mais as sortes com os ferros  a resultarem melhor, uma lide sem música que foi premiada com volta. Grande pega executada ao primeiro intento pelo forcado Montemorense João da Câmara aguentado uma rija viagem. 

António Ribeiro Telles lidou o quarto da noite com a maestria que sempre lhe reconhecemos, uma lide sempre a vir a mais, pisando vários terrenos e deixando ferros de boa nota, principalmente o quarto curto com nota altíssima, foi premiado com volta que deu acompanhado  do forcado Vilafranquense Rui Godinho que executou excelente e rija pega ao primeiro intento. 

O quinto da noite foi também o mais pesado com seiscentos e cinquenta quilos, um toiro sério e bravo que foi premiado com volta. Rui Fernandes lidou-o com valentia numa lide sempre a ir à mais, terminou com dois bons ferros curtos cravados nos médios e rematados com ajustadas piruetas. Francisco Borges dos Forcados de Montemor executou a pega da noite ao segundo intento aguentando fortíssimos derrotes ao imponente toiro da ganadaria do Dr António Silva que chegou à pega com a boca fechada, foi premiado com duas voltas de agradecimento acompanhado do primeiro ajuda António Pena Monteiro.

Mais um grande toiro o último da noite, premiado com volta, dois grandes ferros compridos de Duarte Pinto com toiro a apertar forte, o primeiro curto citou de praça à praça e entra pelo toiro cravando no sítio e escutando logo música, continua em grande plano uma actuação premiada com nota alta. Francisco Faria pegou o último da noite à terceira depois de duas valentes e rijas tentativas, vindo a sair da cara do toiro depois de pegado, lesionado. 

Os toiros  do Dr António Silva imponentes e irrepreensíveis de apresentação, com destaque em bravura e comportamento para os dois lidados em ultimo lugar. 

Terminadas as cortesias foi guardado um minuto de silêncio pelas personagens da festa recentemente falecidas. 

Para a história fica a primeira corrida dirigida por uma Senhora, Lara Gregório de Oliveira, que tendo dirigido acertadamente apenas pecou algumas vezes na atribuição de música, umas por excesso outras por defeito. 

 

Chamusca_3agosto19
Go to top