Tarde entretida na corrida das festas de Santo António em Reguengos de Monsaraz

Como já vem sendo tradição, a Praça de Touros José Mestre Batista, em Reguengos de Monsaraz, recebeu no passado dia 10 de Junho a corrida de touros das Festas de Santo António.

Foi uma tarde de céu cinzento, ameaçando cair chuva a qualquer momento, mas ainda assim os alentejanos preencheram ¾ da lotação deste tauródromo.

Lidaram-se seis touros propriedade dos Irmãos Moura Caetano, mas que ostentavam o ferro de Maria Guiomar Cortes Moura. Seis touros que saíram na generalidade bem apresentados, justos de força, algo que por vezes dificultou o labor dos ginetes, no entanto foi um curro que cumpriu.

Abriu a tarde João Moura, que realizou uma boa lide, pois esteve bem na brega, cravou bons ferros em sortes frontais e terminou a lide com um bom fero de palmo. A segunda lide foi mais discreta, muito por culpa do oponente que Moura teve pela frente, que tinha meias investidas e que por vezes faltava no momento do ferro. Ainda assim o cavaleiro de Monforte deu-lhe a volta.

Seguiu-se Pablo Hermoso de Mendoza, começou por receber muito bem o seu oponente, para depois prosseguir em tom elevado uma lide em que se viram bons ferros em sortes frontais e cingidas que fizeram soar fortes ovações. A segunda lide, perante um touro mais sério e que transmitiu mais, Pablo realizou uma lide séria e com grandes momentos de toureio, como é timbre do rejoneador espanhol.

João Moura Caetano começou logo bem ao receber o seu primeiro touro, continuando depois em bom plano, tendo-se visto também bons ferros. Na segunda lide, Caetano subiu um pouco mais o nível das suas atuações, pois mexeu com o touro, mudou de terrenos, dando-lhe assim a lide adequada. A Moura Caetano, para que as lides se tornem em triunfos, talvez só lhe falte um pouco mais de conexão com o público, algo que não aconteceu em Reguengos.

No capítulo das pegas a tarde foi fácil, ou melhor, os Forcados não complicaram e a tarde tornou-se fácil, sendo todas as pegas concretizadas à primeira tentativa.

Por Montemor pegaram José Maria Vacas de Carvalho, Vasco Carolino e Francisco Borges, enquanto pelos Amadores de Monsaraz pegaram Paulo Caturra, Miguel Valido e Hugo Torres.

No inicio do espectáculo foram prestadas homenagens a João Moura, bem como a Manuel Correia, sendo mesmo cumprido um minuto de silencio em memória deste último.

Apenas um pequeno apontamento/dúvida, pois não compreendemos o porquê das cortesias terem deixado de ter musica na parte final, tendo todos os artistas saído da arena sem música.

O espetáculo foi dirigido por Agostinho Borges, assessorado pelo Médico-Veterinário Matias Guilherme.

Go to top