Pablo_Montijo28junho19

“Quando o triunfo acontece num toiro-toiro, o triunfo depois tem outro sabor”, diz António Telles sobre a atuação em Alcochete (c/som)

Como já noticiámos, a Praça de Touros de Alcochete recebeu este domingo o primeiro espetáculo da sua, anual, Feira Taurina.

No final, o Toureio.pt falou com o cavaleiro António Telles que começou por dizer que “Alcochete é uma praça pequena, oitavada, que complica, não é redonda, temos toiro em todos os terrenos e depois ali dentro dos currais estão sempre seis toiros com muito peso e de ganadarias enraçadas e foi o que me aconteceu aqui”.

Concretamente sobre as suas lides, o cavaleiro da Torrinha diz que “no primeiro touro senti-me bem, menos no terceiro comprido, atraquei-me de toiro, comprometi demais num cavalo e levei aquele forte empurrão, mas depois recuperei a lide, já neste segundo foi uma lide emotiva e bonita, e que este público aqui de Alcochete e que me adora retribuiu-me uma ovação bonita”.

Questionado sobre os triunfos perante touros complicados, António referiu que “realmente quando o triunfo acontece num toiro-toiro, num touro que exige do toureiro, o triunfo depois tem outro sabor e talvez tenha sido isso que se passou hoje aqui, o toiro era exigente, era um toiro complicado, tinha uma lide muito própria, acho que o entendi e a lide acabou por ter mérito por isso”.

 

Go to top