“Para sabermos o que é o bom, temos que saber o que é o mau”, diz Cabo dos Amadores de Évora (c/som)

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu esta quinta-feira, 6 de Setembro, uma corrida de touros à portuguesa na qual se comemorou os vinte anos de alternativa de Rui Fernandes, com um cartel composto por João Moura, Pablo Hermoso de Mendoza e Rui Fernandes perante um curro de toiros de António Charrua. Pegas a cargo dos Forcados Amadores de Évora e Alcochete.

No final o Toureio.pt falou com João Pedro Oliveira, Cabo dos Forcados Amadores de Évora, que analisou a atuação do grupo nesta noite dizendo que “ um balanço, independentemente de todas as tentativas que o grupo fez, positivo para o grupo. Como dizia aqui há pouco, para sabermos o que é o bom temos que saber o que é o mau, e hoje tivemos um lote de touros que exigiu do grupo, desde o forcado da cara até aos terceiros ajudas, e estas noites é que fazem grupos de forcados. Porque se fosse fácil, todos faziam. E são noites destas que diferenciam os bons dos maus. E portanto é uma noite positiva de entrega e superação do grupo.”

 

Go to top