Rui Bento diz que se registou “uma boa casa, mas um bocadinho aquém daquilo que devia ser a abertura de temporada" (c/som)

Como noticiamos, a Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu esta sexta-feira, 12 de Abril, a primeira corrida de touros da sua temporada.

No final o Toureio.pt falou com Rui Bento Vasques, Diretor das Actividades Tauromáquicas do Campo Pequeno que começou por fazer “balanço de grande emoção, uma grande corrida que está a ser lidada quanto ao trapio, quanto ao sentido tourista, e nesse sentido penso que a empresa e o público estão de parabéns pela corrida que estamos a ver, sobretudo quanto à emoção, pela nobreza, pela dificuldade mas também pelas teclas que os touros têm transmitido ser precisas tocar para que as coisas funcionem”.

Sobre a afluência de público registada a esta corrida, Rui Bento salienta que se registou “uma boa casa, mas um bocadinho aquém daquilo que eu acho que devia ser a abertura de temporada com o cartel que era, com os forcados que era, com a ganadaria que era. Penso que é um cartel para termos casa cheia, e não é o caso. Temos de contar que estamos a entrar numa semana de férias de páscoa, muita gente pode estar a sair de Lisboa, tivemos a necessidade de mudar a corrida de ontem para hoje, devido ao jogo do Benfica.”

Questionado se a alteração da data terá influenciado esta afluência de público, Bento Vasques afirmou que “terá influenciado para melhor, não tenho a menor dúvida.”

Instado se o futebol actualmente tem mais força que as corridas de touros, o Diretor das Actividades Tauromáquicas do Campo Pequeno declara que “nesta altura, o futebol e sobretudo o Benfica, pela segunda metade da temporada, está a ter uma mobilização de público como há muito tempo não se via. E tem uma influência muito grande e temos de ter a inteligência de não ir contra as paredes. Temos é de contornar e ir de encontro a ter os aficionados do futebol nos touros e os aficionados dos touros também seguem o futebol e o sentido da mudança foi exactamente esse. Mas o mais importante é a aposta da empresa numa corrida tourista, o agradecimento a três cavaleiros triunfadores por se terem apontado a ela, e dois grupos fantásticos que estão a dizer porque são indiscutivelmente dois dos melhores grupos da nossa forcadagem.”

Relativamente a alguma melhoria ou alguma ilação a tirar sobre a lotação registada, Rui Bento afirma que “relativamente ao que está apresentado penso que não temos melhorias a fazer, acho que apresentámos cartéis muito rematados, corridas mais touristas e mais toureiristas, com todas as corridas bem apresentadas, com os artistas que estão contratados todos de máximo nível. As pessoas hoje vão sair daqui contentes, estamos no quinto touro e estou a ver a praça de touros do Campo Pequeno completamente de pé, portanto a emoção está aí. E quando a emoção existe, o público vai vir de certeza.”

 

Alter 24 de agosto19
Go to top