Pablo_Montijo28junho19

Rui Bento Vasques falou sobre a semana taurina que se viveu no Campo Pequeno e sobre os triunfos alcançados (c/som)

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu esta semana dois espetáculos tauromáquicos, um na quinta-feira e outro no sábado, ambos resultaram bastante agradáveis.

O Toureio.pt falou com o Director das Actividades tauromáquicas do Campo Pequeno, Rui Bento Vasques, que fez o balanço desta semana tauromáquica na Monumental Lisboeta, começando por dizer que “foi uma forma de comemorarmos a reinauguração do Campo Pequeno em grande, como foi a corrida de quinta-feira com a enchente de público, com um cartel de três figuras e em que cada uma ao seu estilo esteve ao seu melhor nível, com essa explosão definitiva de João Moura Jr., a pôr-se no patamar de figurão do toureio a cavalo, como foi o seu pai, e sobretudo com essa capacidade de surpreender, criar e fazer o que acabou por fazer no último touro da noite”, acrescentando que “acho que devemos felicitar o ganadeiro Francisco Romão Tenório, acho que o Luís Rouxinol demonstrou a figura que é com um tipo de touro que ele normalmente não toureia, mas a demonstrar como tem as suas montadas e a templar como que mais templam, o Pablo Hermoso de Mendoza que é um génio do toureio a cavalo, sobretudo a forma como se apresenta e aparece com os cavalos e a forma como faz vibrar o público de Lisboa que se entrega de forma fantástica. O João Moura Jr, obviamente que sou o apoderado dele, mas já afirmava que era o primeiro da geração dele com diferença, neste momento colocou-se num patamar imparável. Oxalá seja apenas um presságio do que vai ser a temporada, porque da forma que ele esteve aqui, os aficionados vão segui-lo e vamos ter uma temporada de grandes surpresas. Os grupos de forcados também estiveram muito bem.”

Já sobre a novilhada de sábado, Rui Bento afirma “que cuidámos ao máximo, nós, os ganadeiros, porque como sabe são os ganadeiros que nos oferecem os novilhos para que esta novilhada seja o mais viável possível, e a verdade é que mandaram para cá, estamos no quinto novilho, os cinco investiram muito bem. Vimos a Mara num patamar muito bom, a Soraia a demonstrar tudo o que tem demonstrado até agora e que é uma toureira que se vai ter de contar para níveis superiores, o Brito Paes a marcar uma posição muito importante. Com três novilhos de Romão Tenório, Passanha e António Silva fantásticos. Os forcados de Alter a demonstrar porque têm de vir ao Campo Pequeno. E agora dois novilhos de Joaquim Grave e Varela Crujo sensacionais. O do Grave com muita suavidade par fazer o toureio templado e a gostar-se, e este com uma raça, uma bavura, uma codícia e nobreza fantásticas.”

“Acho que estamos a viver um grande espectáculo e com uma moldura humana muito importante”, concluiu Rui Bento, dizendo ainda que “Nós temíamos porque sabíamos que o campeonato estava ao rubro, terminava hoje e todas as atenções estavam centradas no Estádio da Luz e do Dragão, e sobretudo os festejos em Lisboa e o Benfica ser campeão, obviamente que nos retirou bastante gente mas temos aqui uma excelente entrada para a novilhada e sobretudo um público fantástico que veio para se divertir e apoiar os toureiros.”

 

Go to top