“Há muitos empresários, muitos cristãos novos, mas não é a mesma coisa”, diz Rogério Amaro ao Toureio.pt (c/som)

Depois de em 2009 se ter afastado dos negócios taurinos, Rogério Amaro reapareceu este fim-de-semana na trincheira de uma praça de touros, nomeadamente no espectáculo que se realizou, domingo, na Palha Blanco.

O Toureio.pt quis saber se este regresso a uma trincheira poderia significar um regresso ao mundo empresarial taurino, tendo Rogério Amaro sido peremptório, dizendo que “não é com certeza, vim a convite do meu amigo Levesinho e como sou muito amigo dele e dos Forcados de Vila franca, vim, mas já não aguento”, denotando assim também alguma debilidade de saúde.

Relativamente ao estado actual da tauromaquia Rogério Amaro, diz que na sua óptica está “mal, hoje por acaso está boa a casa, fruto de certeza pela alternativa do miúdo David Gomes, mas não vejo isto assim muito claro, não”.

Mais especificamente sobre a classe empresarial, o conhecido empresário afirma que “há muitos empresários, muitos cristãos novos, mas não é a mesma coisa, não é o mesmo diálogo”. Questionado se fazia falta mais Rogério Amaro, este respondeu que “não faz falta nenhuma, faz falta é jovens com ideias e com valor”.

 

Go to top