Ofereci-me a tourear seis touros(…) Eu percebo também a empresa, são muitas datas em que têm compromissos com outros toureiros”, diz Diego Ventura ao Toureio.pt (c/som)

O rejoneador luso-espanhol Diego Ventura recentemente fez história na Tauromaquia mundial ao cortar um rabo na Praça de Touros de Las Ventas, em Madrid, feito que não acontecia há 46 anos.

Nas últimas temporadas tem sido alguma a controvérsia sobre a sua ausência na Praça de Touros do Campo Pequeno.

Da parte da empresa gestora do Campo Pequeno é dito que têm todo o interesse em ter Ventura na arena Lisboeta mas as exigências do rejoneador são inexequíveis.

Recentemente o Toureio.pt ouviu Diego Ventura, a fim de sabermos quais são as suas exigências para tourear no Campo Pequeno e o porquê de negar as condições apresentadas pela empresa do Campo Pequeno.

Ventura começou por dizer que “tourear aqui é um privilégio, e nem está em causa eu dizer-lho, é o sonho de qualquer toureiro tourear aqui.”

Questionado concretamente sobre o porquê se não atuar no Campo Pequeno, Diego afirma que “falta que a empresa queira contratar. Da minha parte não houve nada este ano. Ofereci-me a tourear seis touros… Eu percebo também a empresa, são muitos compromissos, são muitas datas em que têm compromissos com outros toureiros”, acrescentando que “eu para vir a Lisboa não posso vir numa data qualquer. Tenho que vir numa data, supostamente, boa, como queremos todos. E eu ofereci-me para tourear em Agosto, ofereci-me em várias datas que não entram dentro dos meus cálculos, ofereci-me tourear no dia 19 de Julho, a empresa disse que era um cartel demasiado forte e que partia a primeira parte da temporada. Coisa que não entendi.”

O rejoneador luso-espanhol revela que “ofereci-me para tourear seis touros de ganadarias como Palha, Canas Vigouroux, Vale Sorraia, ou seja ganadarias que penso que seria bom espectáculo para o público. Ofereci-me para tourear a corrida de 11 de Outubro, a corrida de gala, a empresa tão pouco viu essa data, queria que toureasse a 20 de Setembro, mas eu toureio seis touros em Madrid e todos os fins-de-semana em Espanha durante Setembro e têm que entender que uma semana antes de tourear seis touros em Madrid e ter que preparar 30 cavalos não poderia estar aqui. Então, eu ofereci-me para tourear aqui em muitas datas como Junho, Julho, Outubro…E a empresa disse que não podia ser.

Diego Ventura lamenta dizendo que “Tenho pena porque me sinto muito bem, estou no melhor momento da minha carreira, e já que não podia ser outra data, gostava que fosse a 11 de Outubro. Ofereci-me tourear seis touros, e como a empresa disse que era uma corrida de gala à antiga portuguesa, ofereci-me tourear com João Moura Jr, e um outro toureiro que triunfasse durante a temporada, porque queria vir num cartel de máxima competição e não num cartel qualquer, mas a empresa não achou bem porque toureava em Vila Franca de Xira dia 9.”

 

 

Go to top