“As corridas a cavalo desapareceram dos cartazes e este ano temos a obrigação de fazer com que a empresa veja que isso foi um erro”, diz Pablo Hermoso sobre Badajoz

Pablo Hermoso de Mendoza é um dos destaques da Feira de Badajoz, onde repartirá cartel com João Moura, que celebra 40 anos de alternativa, e com o seu filho Guillermo Hermoso de Mendoza.

Numa entrevista concedida ao Toureio.pt revelou que “este ano, Badajoz cria uma responsabilidade especial porque no ano passado as corridas a cavalo desapareceram dos cartazes e este ano temos a obrigação de fazer com que a empresa veja que isso foi um erro. Então talvez tenhamos mais responsabilidade do que em outros anos”.

Quanto à importância de actuar na Praça de Badajoz, muito próxima de Portugal e com forte afluência do público português, refere que “é uma praça onde o público em grande quantidade é o português e que sempre exige mais de nós. O cartaz também é muito motivador porque, como sempre, as corridas com João Moura são extremamente exigentes e recompensadoras. Acima está a apresentação do meu filho na Extremadura e na praça mais importante desta região. Como você vê, os incentivos são diversos e diversos”.

Sobre o cartel não esconde que “é um cartaz que eu amo e na verdade nós já o programámos em Estella. Tourear com João em um prazer aprende-se sempre e por gosto que o Guillermo o viva em praça”.

Badajoz é a cidade mais "portuguesa" da Espanha quando se trata de touradas. Dentro da importância que sempre dediquei à compreensão da afición portuguesa sobre o toureio a cavalo, Badajoz é uma marca nesse público tão importante” acrescenta.

Sobre as recordações que guarda sobre Badajoz, refere “tenho boas recordações de tardes nas quais me senti muito à vontade e muito acarinhado. Lembro-me da estreia, lá em meados dos anos 90, quando apesar de não sair em ombros, o resultado final foi muito satisfatório e a imprensa reconheceu-me. Lembro-me também de ter partilhado um cartaz com os mais altos nomes do toureio a cavalo de Portugal, o que dá às festividades uma atmosfera marcada que é o sabor a esse país”.

Go to top