“Há toureiros que têm mais arte, outros que têm mais valor mas eu acho que ganas e entrega nunca me faltaram”, diz Nuno Casquinha sobre o Campo Pequeno (c/som)

A Praça de Touros do Campo Pequeno recebeu esta quinta-feira, 2 de Agosto, uma corrida de touros mista em que actuou o matador de touros Nuno Casquinha.

No final do espectáculo o Toureio.pt falou com Nuno Casquinha, que começou por dizer que “dois touros que não foram fáceis”, acrescentando que “o primeiro eu até pensei que fosse ser mais fácil mas depois teve as suas coisas. Este [o segundo] foi um touro duro e exigente mas creio que não pude tourear de forma brilhante mas quando isso não pode acontecer, o que temos é de nos entregar totalmente e eu acho que foi o que aconteceu. Há toureiros que têm mais arte, outros que têm mais valor mas eu acho que ganas e entrega nunca me falta e acho que o público, principalmente depois da voltareta, sentiu isso. O público veio para cima e eu também vim para cima e acho que foi ali uns momentos emocionantes. Tinha de ser assim, era a forma.”

Questionado sobre a voltareta, Casquinha afirma que “foi um susto. O touro meteu-me o piton no peito, o nariz na enfermaria dizem não estar partido. Foi só um susto… O importante foi que creio as pessoas viram essa entrega e oxalá possa voltar para a próxima temporada.”

 

Go to top