Dez forcados feridos em corrida acidentada no Coliseu de Redondo (c/som)

Dez forcados feridos em corrida acidentada no Coliseu de Redondo (c/som) Foto: Tiago Caeiro (Toureio.pt)

Dez forcados ficaram feridos esta sexta-feira no Coliseu de Redondo, na sequência de fortíssimos derrotes dados pelos touros Cunhal Patrício.

O pior momento ocorreu quando o Grupo de Forcados Amadores de Redondo tentava pegar o segundo touro da noite, no entanto ao longo da corrida foram vários os forcados assistidos na enfermaria.

De acordo com Médico da Corrida, Carlos Rosado, “dez forcados foram assistidos, cinco deles foram para Évora para ter cuidados hospitalares, um deles com possível fractura do membro inferior, os outros sem tanta gravidade mas que tiveram que ser assistidos para fazer exames complementares, em Évora.”

Sobre a esta corrida acidentada, o profissional de saúde comentou dizendo que “há dias assim. Há dias em que corre melhor, outros em que corre pior. Faz parte do espectáculo.”

Questionado se os forcados tiveram ao seu dispor todos os cuidados de saúde, Carlos Rocado assim que “sim, praticamente nós tínhamos todos os meios para assistir os forcados, simplesmente alguns deles teriam que fazer RX e como é óbvio aqui não tínhamos essas condições e então tiveram que ir ao hospital para confirmar possíveis fracturas.

De salientar que dado o elevado numero de forcados assistidos praticamente ao mesmo tempo, à equipa Médica presente (Médico Carlos Rosado, a enfermeira Marta Félix e o TAE Ricardo Pimenta), juntaram-se “outros enfermeiros que nos ajudaram, pessoas que estavam na corrida, que ao ver tantos forcados serem assistidos, vieram e nos ajudaram e aos quais agradeço a todos e a ajuda que nos deram. Muito Obrigado, a todos.

De salientar que nestas operações de socorro e no transporte dos feridos para o Hospital do Espirito Santo de Évora, estiveram os Bombeiros Voluntários de Redondo e a Cruz Vermelha de Redondo.

Go to top