“Uma gala custa à volta dos 10 mil euros”, mas no Redondo “houve esta preocupação da organização, de tentar reduzir o risco”, diz Jorge Vicente (c/som)

O Coliseu de Redondo recebeu esta sexta-feira, 3 de Agosto, uma corrida de gala à antiga portuguesa, um evento que é organizado por Jorge Vicente, com quem o Toureio.pt foi falar a fim de saber como se organiza uma Gala à Antiga Portuguesa.

Jorge Vicente começou por dizer que “os aficionados todos gostam porque não é muito visto, especialmente em praças pequenas, porque encarece muito o caderno de encargos de uma corrida de touros, depois é uma logística muito grande. Envolve a Charanga da Guarda Nacional Republicana, envolve toda uma logística de roupas, dos coches, e requer muita dedicação, muitos ensaios, e não está ao alcance de qualquer organização.”

Questionado sobre a gala realizada no Redondo ter sido algo diferente do habitual, o organizador disse que “a gala foi um pouco diferente porque a empresa teve um pouco de medo que os miúdos pequenos e a Guarda Nacional Republicana não trouxe os cavalos por causa do receio de muito barulho, de a praça ser coberta, de haver algum risco para as crianças, porque como viu os cavalos cá atrás, que fazem a guarda, estavam um pouco receosos também, é preciso acautelar todos estes problemas. Então houve esta preocupação da organização, de tentar reduzir o risco e que a GNR não trouxesse os cavalos.”

Questionado sobre os custos, Jorge Vicente afirma que a gala “completa, com os cavalo da GNR, custa sempre à volta de 10 mil euros. A GNR cobra ao quilometro. Vêm de Lisboa, com uma logística muito grande, quando não trazem os cavalos a logística é mais pequena, mas envolve sempre muito dinheiro.”

No Redondo esta gala contou com gentes da terra como figurantes, sendo que sobre este facto Jorge Vicente afirmou que é importante “tentar envolver as gentes locais, associações, ranchos folclóricos, bombeiros, que se queiram mobilizar e queiram participar como é óbvio, e envolvendo as pessoas locais: família, amigos… As pessoas aderem!"

 

Go to top