Pablo_Montijo28junho19

A Praça de Touros do Campo Pequeno, em Lisboa, recebe esta quinta-feira (6 de Junho), uma corrida de touros mista em que se irá homenagear o cavaleiro Joaquim Bastinhas, falecido recentemente.

Em praça os cavaleiros João Moura e Marcos bastinhas, bem como o matador de touros espanhol Cayetano R. Ordoñez. As pegas estão a cargo dos Amadores de Portalegre e Amadores da Chamusca. São lidado touros de Varela Crujo.

O Toureio.pt vai acompanhar esta corrida minuto-a-minuto, de seguida:

 

 

 

Já estamos a pouco menos de 1 semana para o regresso da Feira do Ribatejo à Monumental Celestino Graça, em Santarém.

No próximo dia 10 de Junho (feriado, dia de Portugal) pelas 18 horas, terá lugar a Corrida de toiros da Marca Ribatejo e o cartel será composto pelos cavaleiros António Ribeiro Telles, Luís Rouxinol e João Salgueiro da Costa e pelos Forcados Amadores de Santarém. Nesta tarde lidar-se-ão touros de José Luís Vasconcellos e Souza d'Andrade.

Já no dia 16 de Junho (domingo), pelas 18 horas, será regresso a Santarém da Corrida de toiros dos Agricultores - CAP. Para esta corrida, onde se espera um grande competição, o cartel será composto pelos cavaleiros João Moura filho, João Ribeiro Telles e Francisco Palha, e pelos Forcados Amadores de Santarém e Montemor. Serão lidados seis touros de Veiga Teixeira.

Preparando a sua apresentação amanhã em Lisboa, o Matador de Toiros espanhol Cayetano Rivera Ordoñez tentou esta semana, duas vacas e dois novilhos, na ganadaria Varela Crujo. Foi uma manhã de trabalho intenso, no final da qual o diestro mostrou a sua satisfação com os resultados obtidos.

Nesta tenta, Cayetano Rivera Ordoñez foi acompanhado pelo Director de Actividades Tauromáquicas do Campo Pequeno, Rui Bento.

Cayetano Rivera Ordoñez apresenta-se no Campo Pequeno, na corrida de homenagem a Joaquim Bastinhas, lidando toiros da ganadaria Varela Crujo.

As lides a cavalo estarão a cargo de João Moura e de Marcos Bastinhas, completando o cartel os grupos de forcados Amadores de Portalegre e Amadores da Chamusca.

Será no dia 26 de Julho, que a Praça de Touros de Salvaterra de Magos receberá a XVI Tourada Real.

Assim, pelas 22 horas, estarão em praça os cavaleiros Ana Batista, Diego Ventura e Francisco Palha, bem como os Forcados Amadores de Vila Franca e Alcochete.

Serão lidados, nesta importante corrida de touros, seis touros de Alves Inácio.

Na sequência de algumas noticias vindas a público, que davam conta da entrega de uma Iniciativa Legislativa da Animal para o fim dos apoios públicos às touradas, a Prótoiro acaba de reagir e emitir um comunicado onde diz serem falsos os dados entregues na Assembleia da República.

Um comunicado que passamos a transcrever na íntegra:

“A PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia alerta para a entrega de dados falsos na Assembleia da República, por parte da associação Animal, numa clara campanha de desinformação da Opinião Pública contra a tauromaquia.

Após uma análise cuidada ao documento entregue na AR, a PróToiro não pode deixar de criticar a forma, descarada e intencional, como esta associação contamina a opinião pública com informação falsa. Não deixaremos nunca que recorram à tática de repetir uma mentira tantas vezes que passe a ser verdade.

A título de exemplo, esta associação reporta uma verba utilizada na recuperação urbanística da zona histórica de Estremoz como apoio à tauromaquia. Foram obras que visaram a preservação de toda a muralha, incluindo arruamentos e outros trabalhos nos quais a recuperação da praça. Há outros exemplos de informação falsa no documento, que são de fácil esclarecimento. Os diversos órgãos de soberania, aos quais este documento já foi entregue ao longo dos anos, sabem que tipo de informação contém.

A tauromaquia é das poucas áreas culturais que vivem apenas da bilheteira, ao contrário da maioria das outras formas de Cultura subsídio-dependentes.

Não somos contra o financiamento do Estado às atividades culturais. Bem pelo contrário. Essa é a obrigação do Estado: promover o acesso à Cultura a todos os cidadãos. Mais, a tauromaquia é tutelada pelo ministério da Cultura e, por isso, qualquer apoio é absolutamente legítimo.

Ao não usufruir de qualquer Programa Nacional de Apoio ao setor da Tauromaquia, a conclusão a que se chega é simples: esta atividade cultural é discriminada pelo próprio ministério da Cultura.

A PróToiro, na defesa da verdade, recorda uma notícia publicada em setembro de 2018, por um jornal diário de referência, na qual se conclui que o Poder Local investiu pouco mais de 1 milhão de euros em cinco anos – 2013 e 2017. Estas verbas representam um investimento e não uma despesa, uma vez que a tauromaquia atrai anualmente cerca de meio milhão de espectadores em praças de touros e cerca de 3 milhões nas ações populares (de rua). Ambas com elevados impactos na economia e emprego.

Sobre a iniciativa desta associação, a PróToiro considera-a ilegal, atentatória da liberdade, que visa apenas impedir o Estado de cumprir as suas obrigações constitucionais de promoção e acesso dos cidadãos à cultura. Tal como as propostas de PAN e BE, que nesta legislatura já foram chumbadas no Parlamento, também esta iniciativa estará destinada ao falhanço. Acreditamos que os deputados saberão, uma vez mais, defender a legalidade e a liberdade de todos os portugueses.”

A Misericórdia de Pamplona apresentou esta quarta-feira, 5 de maio, os cartéis da Feira do Touros.

Um certame que se realiza de 5 a 14 de Julho e que contará com 10 festejos, os quais lhe apresentamos de seguida os cartéis:

- 5 de Julho – Novilhos de Pincha, para os novilheiros, Francisco de Manuel, Antonio Grande e Diego San Roman

- 6 de Julho – Touros da Casa Capea, para os rejoneadores, Pablo Hermoso de Mendoza, Leonardo Hernández e Roberto Armendáriz

- 7 de Julho – Touros de El Puerto de San Lorenzo, para os matadores, Emilio de Justo, López Simón e Ginés Marin

- 8 de Julho – Touros de Cebada Gago, para os matadores, Manuel Escribano, Rubén Pinar e Juan del Álamo

- 9 de Julho – Touros de José Escolar, para os matadores, Fernando Robleño, Javier Castaño e Pepe Moral

- 10 de Julho – Touros de Jandilla, para os matadores, Diego Urdiales, Sebastián Castella e Roca Rey

- 11 de Julho – Touros de Victoriano del Rio, para os matadores, António Ferrera, ‘El Juli’ e Pablo Aguado

- 12 de Julho – Touros de Núñez del Cuvillo, para os matadores, Miguel Angel Perera, Cayetano e Roca Rey

- 13 de Julho – Touros de La Palmosilla, para os matadores, Román, José Garrido e Javier Marín

- 14 de Julho – Touros de Miura, para os matadores, Rafaelillo, Octavio Chacón e Juan Leal.

Desde a tarde desta terça-feira e até ao dia 9, estará patente a exposição ‘O Nosso Joaquim Bastinhas’, na Praça de Touros do Campo Pequeno.

Uma exposição, com curadoria de Helena Nabeiro Tenório, que retrata a vida e obra do cavaleiro tauromáquico.

Na cerimónia marcaram presença o comendador Rui Nabeiro, sogro de Bastinhas, Helena Nabeiro Tenório, esposa de Bastinhas, os filhos, os netos, vários familiares, amigos e admiradores, além da equipa que gere o Campo Pequeno e o sector da tauromaquia na primeira praça do país.

Paulo Pereira, relações públicas o Campo Pequeno, começou por “agradecer a disponibilidade da família em permitir que ela fosse possível”, referindo-se à exposição.

Já Rui Bento Vasques, director de actividades tauromáquicas do Campo Pequeno, disse que “queria dizer várias coisas mas não vou dizer quase nada” antes de recordar uma reunião em que “estivemos numa sala com o Joaquim Manel e com a Lena para fazer outra exposição que não esta”, mas sim uma com o cavaleiro entre nós.

A família optou por não fazer intervenções na sessão de inauguração, mostrando-se contudo disponível para os convidados e imprensa que a solicitava. A emoção tomou conta dos familiares, em vários momentos da cerimónia.

A exposição conta com várias imagens, troféus, trajes (do cavaleiro e dos filhos Marcos e Ivan), que recordam o homem, o cavaleiro e um ícone de popularidade, da tauromaquia e não só.

O empresário José Cutiño apresentou esta terça-feira, os cartéis para a Feira de São João em Badajoz, que decorrerá nos dias 22, 23 e 24 de Junho.

Uma feira que será constituída por duas corridas de touros e uma corrida de rejoneo.

Assim, os cartéis são constituídos da seguinte forma:

- Sábado, 22 de Junho – Touros de Victoriano del Rio para António Ferrera, Cayetano e Pablo Aguado.

- Domingo, 23 de Junho – Touros de Fermín Bohórques para Pablo Hermoso de Mendoza, Lea Vicens e Guillermo Hermoso de Mendoza

- Segunda-feira, 24 de Junho – Touros de Zalduendo para António Ferrera, Emilio de Justo e Ginés Marin

Pág. 9 de 257
Go to top