O director de corrida Marco Gomes sofreu queimaduras na cara e no tronco, enquanto tomava banho nos balneários da Arena D’Évora.

Segundo o Toureio.pt conseguiu apurar alguns minutos antes do início da corrida que se realizou em Évora, Marco Gomes dirigiu-se aos balneários daquele tauródromo para se preparar para a direcção desta corrida, estava a tomar um duche quando de repente a água saiu a uma temperatura elevadíssima e acabou por o queimar.

Marco Gomes foi prontamente assistido na enfermaria da praça pela equipa médica afecta ao espectáculo: o Dr. António Peças, José Ribeiro da Cunha, técnico de emergência médica pré-hospitalar e o enfermeiro Gonçalo Louro.

Após a assistência na enfermaria, Marco Gomes dirigiu a corrida visivelmente dorido e com o braço ligado, sendo que após o término do espectáculo voltou a passar pela enfermaria da praça.

Sabemos também que Marco Gomes foi aconselhado pela equipa médica para se dirigir ao Hospital da sua área de residência, nomeadamente ao Hospital de Portalegre, onde deu entrada ao início da noite deste domingo e está a ser observado.

Desconhece-se o motivo que levou a água a sair a uma temperatura tão elevada, não sendo ainda conhecida também nenhuma reacção por parte do organizador do espectáculo.

Go to top