Assunto do velcro “é completamente despropositado e desadequado”, diz Presidente da Associação de Toureiros (c/som)

Nas últimas semanas a Tauromaquia tem estado em foco, nomeadamente com a discussão da redução do IVA em sede de Orçamento de Estado, no entanto e já numa altura em que era quase certa a vitória da Tauromaquia na Assembleia da Republica, veio a público uma alegada proposta socialista que terá intensão de introduzir o velcro na corrida de touros, tal como acontece na Califórnia.

No sector taurino esta proposta é vista como uma manobra de diversão para desviar as atenções da vitória da Tauromaquia no Parlamento Português, tendo mesmo este fim-de-semana vindo a público outra noticia desmistificando a informação inicial.

O Toureio.pt falou recentemente com Nuno Pardal, Presidente da Associação Nacional de Toureiros que nos comentou as noticias que vieram a público dizendo que “é uma frase muito curta, não vou alimentar de todo esse tipo de assunto”, no entanto não deixou de se expressar afirmando que “é completamente despropositado e desadequado e não se pode nunca comparar a realidade da tauromaquia portuguesa, espanhola e francesa com a tauromaquia que está neste momento em actividade na Califórnia, aliás na Califórnia existe daquela forma porque foi a única forma que foi possível poder levar a nossa cultura além-fronteiras”.

Questionado se os toureiros portugueses quando actuavam na Califórnia usavam de facto o velcro, o dirigente deixou claro que “eles vão à Califórnia… logicamente para poder mostrar um pouco da demonstração do que é de facto a corrida de touros à portuguesa efectiva. Lá não é possível fazer-se mas é uma questão que para mim é uma não questão.”

Nuno Pardal concluiu este assunto declarando que “acho que é impossível modificar o espetáculo desta forma porque se existe a sorte com as bandarilhas por alguma coisa é, e não vejo de todo mínima possibilidade de isso acontecer.

 

Go to top