Falta “boa vontade das pessoas que estão a liderar o Turismo de Lisboa e de Portugal” para promover as atividades tauromáquica, diz Rui Bento Vasques

A Monumental Praça de Touros do Campo Pequeno é um dos mais emblemáticos monumentos da cidade de Lisboa no entanto em termos turísticos não tem sido aproveitada da melhor forma. Questionado sobre este tema pelo Toureio.pt, o Diretor das Actividades Tauromáquicas do Campo Pequeno, Rui Bento Vasques, afirma que falta “boa vontade das pessoas que estão liderar o Turismo de Lisboa e de Portugal” para promover as atividades tauromáquicas do Campo Pequeno, acrescentando ainda que “a Tauromaquia tem uma figura ímpar e que seria a referência para qualquer pessoa que chegasse a um aeroporto, qualquer pessoa que entre numa fronteira, a figura do forcado é tão representativa, tão importante para demonstrar uma cultura e uma imagem de Portugal e eu acho que essa seria o inicio de uma boa promoção e comunicação dos valores as tradições e das culturas diversas que Portugal tem, e portanto eu diria claramente que as pessoas que têm responsabilidade no turismo, que têm que agarrar na figura do forcado e saber vender da figura única e exclusiva que o pais tem.”

A finalizar as suas declarações Rui Bento Vasques apela aos promotores do turismo e até mesmo aos políticos para “não serem politicamente corretos, que é o que acontece na maioria dos casos e que os políticos deem a cara por aquilo que é nosso deem a cara por uma atividade que movimenta publico e que realiza dinheiro.

Go to top