Está quase!...

A nova época tauromáquica está quase aí, esperamos que seja a melhor, sempre se espera isso. Após o defeso vêm os festivais, para os artistas criarem rodagem junto do público, para o público ver alguns bons espectáculos a preços mais reduzidos, os ganadeiros poderem limpar alguns animais cuja apresentação não…
Uma primeira palavra para enaltecer o excelente trabalho da conjugação perfeita que foi a organização do “Dia da Tauromaquia” no passado 23 de Fevereiro no Campo Pequeno, verdadeira monumental do toureio no nosso País. Todos aqueles que integraram a organização superiormente dirigida pela PRÓTOIRO, com o inestimável apoio dos toureiros,…
A Praça de Touros do Campo Pequeno em Lisboa foi, ontem, palco de uma iniciativa da Prótoiro intitulada “O Dia da Tauromaquia”, um evento em muito semelhante ao que aconteceu no ano de 2017 e que se intitulou de BullFest. Nesse ano de 2017 fui muito crítico relativamente a esse…
A festa não se faz só com cabeças de cartaz, que segundo o regulamento em vigor, são -Cavaleiros, Cavaleiros Praticantes, Cavaleiros Amadores, Matadores de Toiros, Novilheiros, Novilheiros Praticantes, Novilheiros Amadores e Grupos de Forcados Amadores. Fazem também parte integrante do pessoal, que torna possível uma corrida de toiros, no que…
Começou o ano com luzes e sombras para o nosso mundo taurino, enquanto se celebravam as exéquias pelo nosso Emílio de Jesus, o homem, o aficionado que plasmou na fotografia as melhores imagens da Festa e que deu a conhecer momentos que marcaram a história da Tauromaquia, um património que…
Os forcados são o elo de ligação com quem o público anónimo mais se identifica na festa. De um modo geral são os representantes da gente da terra que aparecem em nome da mesma, na arena. Enquanto as figuras se apresentam em nome próprio e são profissionais, isto é -…
Segundo o Regulamento do Espectáculo Tauromáquico, em vigor, todos os espectáculos tauromáquicos em que actuem cavaleiros têm que, obrigatoriamente actuar um ou mais grupos de forcados. Os forcados, inicialmente eram conhecidos por moços de forcado – “os moços do forcado”. Estes “moços” munidos de um forcado cada, evitavam que os…

A faena de um bravo!

Mestre Joaquim Bastinhas, não mais entusiasmará as nossas praças, o seu marcante optimismo, sempre a sorrir (com aquele ar que só tem quem verdadeiramente gosta do que faz, quem sente e ama a Festa de Toiros), quando citava o toiro e transmitia e empolgava os aficionados, não mais voltará a…
Reunião ao estribo com “o caminho do toiro a fazer uma trajectória de menos de noventa graus com o caminho do cavalo”. Quarteando-se..., isto é quando começa a fazer o desvio da trajectória para a esquerda. Fazendo um quiebro Nestes casos, em que o cavalo faz primeiro uma trajectória para a…
Os toureiros a cavalo ainda hoje envergam trajes utilizados pelos nobres do Século XVIII O toureio a cavalo é, sem dúvida, a arte de tourear que mais chega ao coração dos portugueses, se não atente-se nos quase dois milhões de telespectadores que viram as corridas televisionadas este ano. As corridas…
Pág. 1 de 3
Go to top