Poesias escritas com o capote...

Poesias escritas com o capote... Foto:D.R.

Ora viva! Prometi voltar e, sendo o prometido devido, cá estou eu, começando por confessar um erro que cometi no artigo anterior. Referi-me a um lance de capote como sendo tafarelas quando são, efectivamente, tafalleras e podem apreciá-las aqui, por David Silveti.

Depois de reparar o erro cometido, falemos agora de um lance, dos mais vistos, no toureio de capote: a Verónica. Segundo várias fontes, entre elas a Wikipédia, o nome do passe deve-se à semelhança com que Verónica mostrou a toalha onde anteriormente tinha acabado de limpar o rosto de Cristo, após a crucificação, tendo o mesmo lá ficado impresso.” Ya Pepe-Hillo utiliza el nombre de verónica en su Tauromaquia (1796). Los tratadistas atribuyen el origen del nombre a la semejanza entre la forma de presentar el capote y la del lienzo en que Verónica, de acuerdo a los  Evangelios , enjugó el rostro de  Jesús de Nazaret .”

Aqui, Angel Teruel mostra-nos toda a beleza do toureio à verónica.

Mais um lance de capote também visto com alguma frequência, gaoneras, e desta vez feito por um mágico do toureio: José Tomáz

Rodolfo Gaona,o mexicano pai das gaoneras  “El Califa de Léon”

 

E por último um dos lances mais bonitos do toureio de capote são, sem dúvida, as chicuelinas criado por Manuel Jiménes “Chicuelo”

E aqui deixo o exemplo de como é bonito tourear por Chiquelinas:

Chicuelo

E vamos ficar por aqui, de hoje a quinze dias há mais. Um abraço e saudações taurinas.

Go to top