Respeito? Não há? Então demita-se!

Respeito? Não há? Então demita-se! Foto:D.R.

Confesso que não tinha previsto escrever hoje qualquer artigo, mas a minha dignidade enquanto aficionado foi afetada e isso eu não permitirei, e penso que os aficionados em geral também não deveriam permitir.

“Por muito menos demitiu-se o Ministro João Soares”, assim escreveu Luís Capucha, presidente da Associação de Tertúlias Tauromáquicas de Portugal, uma frase que sobrescrevo por baixo, depois de esta terça-feira ter ficado estupefacto com umas palavras proferidas em plena casa da democracia pela novel Ministra da Cultura, Graça Fonseca, em que praticamente chamou de pouco civilizados as pessoas que assistem a corridas de touros, algo que na minha opinião, jamais poderia ter sido dito por alguém que nem sequer foi eleita, mas sim nomeada para um cargo político...

Compreendo que a senhora ministra faça parte de uma franja da população portuguesa, que quer tomar conta de vários sectores da sociedade, que quer das nas vistas com palavras chocantes e atitudes anti-democráticas, mas a tudo isso sou tolerante, não posso é admitir que uma governante, nomeada e não eleita, fira de morte a dignidade dos aficionados que de forma legal vão a assistir a um espetáculo cultural enraizado na cultura ibérica e não só... por isso aquilo que se fez a João Soares deveria repetir-se com Graça Fonseca.

Confesso que tinha esperança que Graça Fonseca, escolhida por António Costa para Ministra da Cultura, tivesse outro tipo de atitude perante a Tauromaquia, mas pelos vistos enganei-me. Estamos a cair, dia após dias para uma sociedade onde a demagogia e o populismo barato está a ganhar força, como também estão a ganhar força os radicalismos e os fundamentalismos em que até beijar os avós pode, ao que parece, ferir susceptibilidades.

Perante tudo isto e porque pago os meus impostos e me senti ofendido por um governante, penso ter o direito de pedir a demissão da Senhora Ministra!

Mas atenção, do lado taurino também não se podem descartar de culpas por estes ataques anti-taurinos terem chegado aqui, pois a bolha cultural em que os intervenientes taurinos se fechara é de tal forma que tanto da parte governamental, como da parte taurina, todos julga que que a Tauromaquia é uma cultura diferente, mas não é e por isso exijo igualdade.

Lembram-se, de em Abril, quando houve uma manifestação em Lisboa de todos os artistas, empresários culturais…? Pois que eu saiba da Tauromaquia ninguém marcou presença, pelo menos que se saiba… Ora se não lutaram para que o IVA baixasse, agora depois da medida estar acordada é que se reclama e se metem imagens no Instagram? Pois fala-se muito em profissionalizar a Tauromaquia, mas o que é certo, é que continuam a trabalhar como amadores e quando alguém se queixa, dizem sempre que estão a trabalhar nos bastidores… e depois… dá nisto…

E para terminar dou-vos dois exemplos flagrantes de como na Tauromaquia e em especial a Prótoiro não age por antecipação mas apenas reage e é tarde e a más horas. Por exemplo, minutos depois de António Costa anunciar Graça Fonseca para Ministra da Cultura, o Toureio.pt noticiou e de imediato contactou o porta-voz da Prótoiro a fim de comentar a nomeação da nova ministra, passado quase 24 horas foi-nos dito que em breve iriam sair várias notas de imprensa e aí iriam reagir ao assunto, pois… até agora ainda estamos esperando resposta. Outro dos exemplos foi precisamente hoje, passado 5 minutos da ministra ter proferido tais palavras, demos a noticia e voltamos a contactar o porta-voz da Prótoiro, fazendo algumas questões e até agora…zero! E pedimos a maior brevidade possível… São exemplos, e se trabalham assim com a imprensa taurina, imaginemos nós como será noutras instâncias…

Mas pronto, termino mais uma vez mostrando o meu repúdio às palavras de Graça Fonseca, pois eu, como eleitor e pagante de impostos exijo respeito.

Go to top