O Jornal Sol puxará para a capa de amanhã o apoio de Marcelo Rebelo de Sousa à tauromaquia.
Na capa refere-se, e passamos a citar, que “Em 2015, o professor recorreu a Picasso para defender a ‘festa brava’ incluindo touros de morte. ‘É incompreensível’ o ataque às touradas disse Marcelo”.
O jornal refere ainda que “Prótoiro pediu audiência a Belém. PCP, CDS e PSD são contra a bandeira do PAN para a próxima legislatura, mas António Costa pode apoiar e a bancada do PS já não vai contar com ‘históricos’ aficionados como Alegre, Soares ou César”.

Tal como foi amplamente noticiado, a Praça de Touros da Póvoa de Varzim tinha previsto receber uma corrida de touros no próximo dia 21 de Julho, no entanto esta não se irá realizar.

O Clube Taurino Povoense emitiu este sexta-feira um comunicado explicando toda a situação, um comunicado que passamos a transcrever na íntegra:

 

“Prazos legais da Justiça obrigam a adiar corrida de touros para agosto. Bilhetes comprados são válidos para a próxima data

A tourada deste domingo, na Monumental Praça de Touros da Póvoa de Varzim, foi adiada até ser conhecida a decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto, que irá pronunciar-se sobre a vontade inaceitável do autarca poveiro de proibir corridas de touros no município. A nossa expectativa é que a resposta seja conhecida já nos primeiros dias da próxima semana, momento em que anunciaremos a nova data da corrida. Lamentamos não ter sido possível uma decisão em tempo útil, que permitisse a realização da corrida de touros conforme o planeado, mas estamos convictos de que a vontade pessoal de um qualquer autarca nunca irá sobrepor-se às leis deste País. 

Não são os técnicos da câmara, condicionados pela vontade do seu presidente, que determinam se a Monumental Praça de Touros está em condições de receber a nossa Festa. É à IGAC – Inspeção-Geral das Atividades Culturais a quem compete realizar a necessária vistoria e atribuir a correspondente autorização para a tourada. 

Agradecemos a todos os aficionados que têm sido excecionais na compra, reserva e nos contatos telefónicos sempre com palavras de incentivo e apoio à causa.

Quem já comprou bilhete para assistir à corrida de touros, tem agora duas soluções: 1 - Conservar o ingresso até à divulgação da nova data da corrida; 2- Dirigir-se ao local onde adquiriu o bilhete e solicitar a devolução do valor do mesmo. 

Somos cidadãos de bem e respeitadores das decisões judiciais, sejam elas quais forem. Esperamos e acreditamos que a autarquia terá a mesma humildade e vai acatar o que for determinado. Certo é que não vamos abdicar nunca da nossa liberdade. Honraremos a memória de todos os poveiros e vamos defender o nosso património, a tauromaquia como representação da Cultura e identidade de Portugal. Trata-se apenas de um compasso de espera até atingirmos o nosso grande objetivo: a realização de touradas na Póvoa de Varzim.”

A Praça de Touros de Las Ventas, em Madrid, recebeu esta quinta-feira (18 de Julho) mais uma novilhada de promoção.

Com mais de 8400 espectadores, lidaram-se novilhos de José Cruz e Casa de los Toreros, que permitiram a Emilio Silvera, palmas e silencio, a Alfonso Ortiz, palmas e silencio e a Tomás Rufo, orelha e palmas.

Thornton, nos Estados Unidos, recebe a 19 e 21 de Outubro uma grandiosa feira taurina com forte presença lusitana.

Com cavalos da coudelaria Roberto Rocha & Manuel Morais, actuam os cavaleiros Tiago Pamplona, Marcos Bastinhas e Miguel Moura. A pé actua o matador Nuno Casquinha.

Envergando jaquetas de reamagens, estão os grupos de forcados amadores do Aposento Turlock, amadores de Merced, amadores de Escalon e amadores Luso Americanos. Serão lidadas reses de quatro distintas ganadarias, conforme foto acima.

A Praça de Touros de Sevilha recebeu esta quinta-feira, 18 de Julho, mais uma novilhada de promoção.

Lidaram-se novilhos de Juan Pedro Domecq, que permitiram a Rafael Camino (Camas), volta, Álvaro Alfonso (Sevilla), volta, Jaime González-Écija (Escola de Tauromaquia de Ecija), orelha, Álvaro Burdiel, (Escola Taurina de Madrid Jose Cubero ‘Yiyo’), aviso, El Niño de las Monjas (Escola Taurina de Valencia), ovação e a Francisco Fernández (Escola de Tauromaquia de Algeciras), ovação.

Fique de seguida com o resumo em vídeo deste festejo:

Resumen Maestranza 18 Julio 2019 internet from Maestranza Pagés on Vimeo.

 

A Câmara Municipal de Lisboa está, alegadamente, a eliminar a imagem do toureiro dos sinais indicativos da direção do Campo Pequeno, denuncia o Presidente da Associação Nacional de Toureiros (ANDT), Nuno Pardal.

Nuno Pardal faz a denuncia através das redes sociais, e mostra um sinal informativo com a direção do Campo Pequeno mas já sem a imagem do toureiro.

O Dirigente da ANDT escreve no Facebook que a “Câmara Municipal de Lisboa, censura imagem do toureiro que constava no sinal de trânsito a identificar Campo Pequeno. Ao que chegámos.”

 

De acordo com o site www.saopaulo.sp.leg.br, recentemente houve um empresário brasileiro que tentou promover corridas de touros no Brasil e mais concretamente em São Paulo.

Segundo a mesma publicação os membros do “Movimento Pró-Touradas” reuniram-se recentemente, sendo que o empresário Francisco Peyres tentou obter uma autorização do governo local para construir uma praça de touros provisória para a realização de touradas.

O mesmo site diz que os festejos que o empresário tentou que fossem promovidos, seria muito semelhantes às “celebres touradas de Madrid”.

A Tertúlia Festa Brava, sedeada em Azambuja, vai realizar no próximo dia 18 de Julho, um colóquio intitulado de “Falando de coisas sérias”. O evento tem entrada livre e está marcado para as 20:00, no Auditório Municipal Páteo Valverde, em Azambuja.

Para dinamizar este colóquio e partilhar a sua perspectiva relativamente ao universo taurino, estão convidadas quatro figuras ligadas a este universo. O Dr. António Tereno – ex-presidente da Câmara de Barrancos e moderador deste colóquio. Como intervenientes, estarão presentes na mesa o Dr. Paulo Pereira – Relações Públicas da Praça de Toiros do Campo Pequeno e as aficionadas e deputadas Maria da Luz Rosinha e a Eng. Patrícia Fonseca. A organização aguarda a confirmação de um representante do Movimento Pró Touradas da Póvoa de Varzim.

O colóquio “Falando de coisas sérias” procura debater sobre o assunto da actual situação da Praça de Toiros da Póvoa de Varzim; o futuro da Praça de Toiros do Campo Pequeno; as previsíveis dificuldades para a tauromaquia em geral, após as eleições de 6 de Outubro e ainda, outros temas relacionados ou entendidos como relevantes.

O colóquio é aberto ao público e os aficionados presentes poderão, certamente, partilhar a sua opinião. A organização propõe continuar a conversa à mesa, num jantar de convívio, após o colóquio, para qual é necessária inscrição prévia. Poderá fazê-lo através do número de telefone 963 349 990.

Pág. 1 de 268
Chamusca_3agosto19
Go to top