Segunda-feira, Agosto 15, 2022
Publicidade
InícioNotíciasJosé L. Gomes defende melhoria das enfermarias e pede “respeito “aos promotores...

José L. Gomes defende melhoria das enfermarias e pede “respeito “aos promotores que evitam pagar aos forcados

A temporada taurina de 2017 fica sem dúvida marcada pela morte de dois jovens forcados, de 25 e 26 anos de idade, na sequência de fortes colhidas pelos touros que tentava pegar em Cuba e Moita,respetivamente.

Em declarações à Agência Lusa, José Luis Gomes, antigo cabo dos Amadores de Lisboa e atual dirigente da Associação Nacional de Grupos de Forcados, faz algumas declarações polémicas sobre as condições de segurança de algumas praças de touros em Portugal.

“As enfermarias [praças de toiros] têm que estar devidamente apetrechadas com suportes, mesmo à porta, para este tipo de casos (colhidas). Era importante ter logo ali um veículo que estabilizasse o forcado”, defende o dirigente da ANGF, José Luís Gomes, em declarações à agência Lusa.

O antigo cabo dos Amadores de Lisboa diz ainda nas declarações que proferiu que era “importante” olhar para o futuro do espetáculo “com mais profissionalismo”, nomeadamente em relação às enfermarias das praças de toiros e aos honorários a receber pelos grupos.

“Cada vez mais, os empresários têm que ter mais respeito pelos forcados”, afirmou, acusando muitos promotores de evitarem pagar honorários aos grupos.

Nesse sentido, o dirigente da ANGF exige “mais respeito” pela “figura e importância” do forcado amador.

Publicidade
Publicidade

Últimas