“Juntos somos mais fortes do que qualquer entrave que nos queiram colocar”, diz João Ribeiro Telles

João Ribeiro telles

A Praça de Toiros da Moita vai abrir as portas já no dia 26 de fevereiro para celebrar a cultura portuguesa, em particular a sua componente tauromáquica, num dia para toda a família.

Trata-se do Dia da Tauromaquia que, integrado no seu programa, vai realizar-se um festival taurino em que atuará o cavaleiro João Ribeiro Telles.

João Ribeiro Telles respondeu a algumas questões, fazendo uma antevisão deste espetáculo:

Esta parece ser a temporada do regresso à normalidade. Tem um significado especial o arranque desta temporada depois de dois anos de pandemia?

R: Sem dúvida que tem um significado especial esta temporada. Espero que tudo regresse à normalidade, tudo indica que sim. Queremos voltar a ver praças cheias, voltarmos a sentir-mo-nos à vontade e a trabalhar com normalidade. Por isso a vontade de voltar é ainda maior. 

Como se define o sentimento de tourear num dia em que se celebra a tauromaquia e a liberdade cultural?

R: É um orgulho enorme. Só o facto de contarem comigo para o dia mais importante da tauromaquia já me deixa bastante orgulhoso, porque quer dizer que dão importância ao João Ribeiro Telles como toureiro, como profissional, e é nestes dias importante que eu gosto de estar, é nestes desafios que quero estar. Penso que vai ser uma festa espectacular. Que seja uma boa tarde de toiros para todos e que o público desfrute e os aficionados saiam felizes, enchendo a praça. O Dia da Tauromaquia é o dia da nossa cultura, da nossa liberdade, por isso tem de ser festejado da melhor maneira. 

Quais os objectivos e expectativas que tem para esta temporada? 

R: Os objectivos não são diferentes dos outros anos. Trabalhamos todos os dias com afinco para estar no topo, para estarmos nas melhores corridas, para tentar sair triunfador todos os dias. Quero manter o meu nível exibicional mas tentar sempre ir um pouco mais além, porque ainda estou longe de chegar onde quero, por isso trabalho sempre para dar mais um passo na minha carreira. 

Enquanto toureiros, qual a expectativa para a sua actuação no Festival Taurino do Dia da Tauromaquia, no próximo sábado?

R: Além de ser o Dia da Tauromaquia, um dia de Festa, é também um dia de amigos, mas dentro da arena o sentimento é o mesmo, e estou a trabalhar para sair como triunfador da tarde. 

Porque é que as pessoas devem estar presentes no Dia da Tauromaquia?

R: É um dos dias mais importante do ano e sendo o dia da nossa cultura, da nossa liberdade, temos de nos afirmar, quando há gente que tenta colocar-nos pedras no caminho, todos juntos temos de mostrar que passamos por cima de todas essas pedras e que juntos somos mais fortes do que qualquer entrave que nos queiram colocar. Espero que no sábado se encha a praça da Moita e mostremos a força da nossa tauromaquia. 

Festival Taurino do Dia da Tauromaquia conta com um cartel misto de luxo com os cavaleiros Ana Batista, João Moura Jr, João Ribeiro Telles, João Salgueiro da Costa, o matador português João Silva “Juanito” e o novilheiro praticante Filipe Martinho.  Pegam os forcados de Montemor e Aposento da Moita, perante toiros da ganadarias Vinhas, Murteira Grave (a pé), Passanha, Eng.° Jorge de Carvalho (a pé), Varela Crujo e Romão Tenório.

O Dia da Tauromaquia realiza-se no próximo dia 26 de fevereiro na Praça de Toiros da Moita, com diversas actividades a partir das 10h da manhã, para toda a família, encerrando com um fantástico Festival Taurino às 16h. Toda a programação e bilhetes para o Festival podem ser comprados em www.diadatauromaquia.ptOs menores de 16 anos têm entrada gratuita

Para ver