Segunda-feira, Agosto 15, 2022
Publicidade
InícioNotícias“Mesmo em Espanha, não temos consciência do enorme valor daquilo que fazeis”...

“Mesmo em Espanha, não temos consciência do enorme valor daquilo que fazeis” pela Tauromaquia disse Diego Ventura ao receber prémio em Munique

O rejoneador luso-espanhol Diego Ventura recebeu ontem (28 de outubro) à noite, em Munique o prémio Leão da Baviera concedido pela Taurine Association da capital alemã e com o qual o reconhece a sua carreira em geral e o marco de suas catorze grandes portas em particular de Madrid.

O ginete recebeu o prémio das mãos de Moritz Roever, o promotor desta entidade, um economista de profissão que tem sua paixão pela Festa Brava até o ponto de ser um aficionado prático.

Mais de uma centena de pessoas – principalmente alemãs, mas também de outros países como a Suíça – participaram do evento e saudaram Ventura, que, além do prémio (uma escultura do leão mítico da Baviera que é emblema daquela região da Alemanha), recebeu a jaqueta tradicional desse estado.

Antes disso, foi projetado um vídeo que abordou as principais conquistas na carreira de Diego. Moritz Roever apresentou-o como “uma figura histórica do toureio a cavalo, a principal referência do momento e um artista que fez da sua trajetória um exercício contínuo de superação de metas e horizontes quase impossíveis de alcançar”.

Ventura respondeu a essas palavras e ao próprio prémio felicitando a Taurine Association de Munique pelo trabalho que faz de vários anos para levar o toureio a um país como a Alemanha. “Não imagina o que estão fazendo pela Festa dos Touros. Mesmo em Espanha, não temos consciência do enorme valor daquilo que fazeis. É por isso que expresso meu respeito e admiração “, disse o toureiro.

Este 2017 é a segunda edição deste Leão da Baviera depois que foi concedido em 2015 a Eduardo Dávila Miura por seu reaparecimento na Feira de Abril em Sevilha no mesmo ano diante dos touros da ganadaria de sua família.

Publicidade
Publicidade

Últimas