Ministra da Cultura foi questionada se “limitar o público nas corridas de toiros foi uma decisão intencional?”

A Ministra da Cultura, Grança Fonseca, esteve presente, esta sexta-feira, no Debate de Urgência, requerido pelo Grupo Parlamentar do PSD, sobre “Estado Atual da Cultura em Portugal”, na Assembleia da República.

Um debate onde se debateu o estado actual da cultura, tendo-se abordado a questão do sector tauromáquico.

O deputado Paulo Rios, coordenador do PSD na Comissão de Cultura, denunciou “a insuportável política cultural baseada nos gostos da ministra da cultura” e que “encher o Campo Pequeno com milhares de pessoas para um espectáculo musical é possível e é cultura, mas para servir de praça de toiros já é gente a mais e reduz-se a lotação a um terço.” (ver minuto 5.15 do vídeo).

Já a deputada Fernanda Velez, também membro da Comissão de Cultura, que encerrou o debate, voltou a criticar a política de gosto da ministra da cultura.

Durante o debate o CDS, pela voz da deputada Ana Rita Bessa, questionou a ministra da cultura se “limitar o público nas corridas de toiros foi uma decisão intencional?” não tendo obtido resposta.